Carta ao Pai

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Milena Emilião

Na arte de fazer teatro, o ator mostra-se um elemento essencial. Ou seja, as montagens podem dispensar iluminação, cenário e som, mas é impossível haver uma peça sem o intérprete. No monólogo protagonizado pela também diretora Denise Stoklos, o palco exibe somente um divã. Além disso, uma música da dupla Tonico e Tinoco encerra a apresentação. E nada mais faz falta. A competente atriz paranaense parte do texto de Franz Kafka (1883-1924) para criar uma dramaturgia política, que reflete sobre a opressão paterna e aborda a força do governo. Para isso, ela não precisa retornar ao tempo de Kafka ou atuar como um homem. Apenas seu discurso atualizado e o domínio dos movimentos e expressões revelam-se suficientes para levar à cena um bom espetáculo. Estreou em 23/8/2013. Até 29/9/2013.

    info
  • Direção: Denise Stoklos
  • Duração: 60 minutos
  • Recomendação: 16 anos
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s