Clique e assine por apenas 6,90/mês

Aves de Rapina (Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa)

Tipos de Gêneros dramáticos: Ação, Aventura
VejaSP:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

O desastroso Esquadrão Suicida (2016), reunião dos vilões da DC, revelou uma personagem interessante que roubou a cena: Arlequina, numa deliciosa interpretação de Margot Robbie. Era de se esperar, portanto, que a namorada de Coringa ganhasse um filme-­solo. Eis que surge Aves de Rapina (Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa), longa-metragem que acompanha a tendência do empoderamento feminino nas telas ao mostrar um quinteto de “mocinhas” dispostas a liquidar com sujeitos machistas, violentos e malvados. Uma animação abre o longa enfocando o passado de Arlequina, seu namoro com Coringa e a separação do casal. Sem a proteção do maior vilão de Gotham City, Arlequina está na mira dos inimigos. Um diamante, contudo, move a trama. A protagonista faz um acordo com o mafioso Roman Sionis (Ewan McGregor) para encontrá-lo. Também estão atrás da pedra preciosa, que foi roubada por uma garota (Ella Jay Basco), uma investigadora policial (Rosie Perez) e uma cantora que trabalha como motorista de Sionis (papel de Jurnee Smollett-Bell). A justiceira Caçadora (Mary Elizabeth Winstead) também vai se unir às feras indomáveis. Com direção (de Cathy Yan) e roteiro (de Christina Hodson) assinados por mulheres, a trama adota um tom feminista na base da pancadaria. Como é preciso apresentar ao público as cinco personagens, a história ganha narração (excessiva) de Arlequina, que interrompe muito a ação para uma volta no tempo. Há sequências empolgantes, como o “videoclipe” de Diamonds Are A Girl’s Best Friend (com Margot emulando Marilyn Monroe) e uma alucinante cena de Arlequina perseguindo um carro de patins. São bons momentos que, isolados, demonstram criatividade visual, algo que falta, por exemplo, à composição caricata de McGregor e à forma forçada de reunir o time das superpoderosas. Direção: Cathy Yan (Birds of Prey and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn, EUA, 2020, 109min). 16 anos. Estreou em 6/2/2020.

    info
  • Direção: Cathy Yan
  • Duração: 109 minutos
  • Recomendação: 16 anos
  • País: Estados Unidos
  • Ano: 2020
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.