Entrevista com Dr. Jardis Volpe, expert da beleza natural

Dermatologista de Bruna Lombardi e Maria Fernanda Cândido se destaca pelos tratamentos que usam a tecnologia a favor da pele

Não é por acaso que Jardis Volpe se tornou um nome forte na dermatologia cosmética no Brasil. Dermatologista de atrizes como Bruna Lombardi e Maria Fernanda Cândido, o médico se destacou ao apostar em tecnologias não invasivas para retardar o envelhecimento da pele – todas importadas da Europa, dos Estados Unidos ou da Coreia do Sul. Formado pela Universidade de São Paulo e com atualizações no exterior, inclusive pela Universidade de Harvard, fez sua reputação ao oferecer alternativas ao botox e aos preenchimentos. Explica que, em vez de enfraquecer os músculos com o produto, prefere estimular a pele de dentro para fora.

Conhecido pela naturalidade nos tratamentos estéticos, Volpe dedica um quarto de seu tempo viajando ao exterior para se atualizar sobre as mais modernas tecnologias na área de rejuvenescimento sem cirurgia. “O prazo médio para renovarmos uma tecnologia na clínica é de seis meses, estamos sempre melhorando”, diz.

Nesta entrevista, o dermatologista, que fundou sua clínica há 14 anos no bairro dos Jardins, em São Paulo, comenta as novas tendências para quem quer manter a aparência em ordem.

O senhor é contra o botox?
Não, de maneira alguma. É um tratamento que já está consolidado há mais de 20 anos e realmente funciona para atenuar rugas da testa e ao redor dos olhos. Tenho, porém, algumas ressalvas a ele — seu efeito é muito curto e sua aplicação não fica bem em todo mundo. Para quem tem muita flacidez na testa, por exemplo, não funciona. Ofereço para quem precisa ter um efeito rápido, senão prefiro melhorar a densidade da pele em vez de enfraquecer a musculatura da face. Trabalhar a pele de dentro para fora traz resultados mais duradouros. Essa é a nossa filosofia de trabalho.

Como costuma ser o perfil da maioria dos seus pacientes?
O meu paciente é o que quer estar bem cuidado, mas com aspecto natural. Ele não deseja passar do ponto e transgredir para a artificialidade. Busca retardar os sinais de envelhecimento da pele sem tratamentos agressivos e sem risco de exageros. Cerca de 40% são homens que querem se cuidar de maneira natural e pouco agressiva. Eles não gostam de lasers que deixam o rosto vermelho por muito tempo. Com a tecnologia atual, isso é totalmente possível. Os lasers em picossegundos, por exemplo, melhoram rugas e clareiam a pele com tempo de recuperação praticamente zero.

Muitas pessoas têm medo de procedimentos estéticos, pois se deparam com rostos muito preenchidos. Que conselho dá para quem tem esse receio?
Temos que pensar que isso é exceção, e não regra. Também me assusto quando vejo pessoas com bochechas ou lábios muito volumosos. O trabalho do dermatologista não é esse. Além da parte técnica, o profissional tem que usar os melhores produtos e aliar senso estético para atingir os melhores resultados. Há mais ou menos dez anos, estava muito na moda um preenchimento definitivo chamado metacrilato. Esse produto não se acomoda tão bem na pele e pode trazer problemas. Assim como a tecnologia, os produtos injetáveis avançaram muito. Hoje, os melhores se acomodam tão bem à pele que deixam a aparência muito natural. Em vez de preencher, faço tratamentos injetáveis com estimuladores de colágeno, como o cálcio e o ácido polilático. Eles firmam a pele sem mudar as proporções faciais, trazem resultados elegantes e não são definitivos. Se a pessoa gostar, pode refazer de tempos em tempos.

Quais são as mais recentes tecnologias para rejuvenescimento?
As tecnologias mais modernas são menos agressivas e quase não exigem tempo de recuperação. Lasers robóticos, lasers fracionados com escâneres inteligentes e ultrassons micro e macrofocados, além dos picossegundos, são eficazes no tratamento de flacidez, rugas e manchas com pouco desconforto e sem afastar as pessoas dos compromissos profissionais ou sociais. A região ao redor dos olhos, em especial, é uma área que responde bem aos tratamentos não invasivos para flacidez e rugas.

Uma das referências do seu trabalho é a atriz Bruna Lombardi. Como funciona o tratamento de reestruturação facial que o senhor faz em muitos famosos?
Trata-se de uma técnica de aplicação profunda de ácido hialurônico de alta densidade para dar firmeza. Esse produto é aplicado em pontos específicos da pele e, em vez de dar volume, confere firmeza e rejuvenesce. O ácido é constituinte natural da pele e não dá rejeição. Funciona como um pilar, atuando nos ligamentos de sustentação da face. Uma sessão traz resultados por até um ano.

Como é a sua rotina para estar sempre atualizado numa área tão dinâmica e competitiva?
Há dois anos dedico 25% do meu tempo para buscar novas técnicas fora do Brasil. Viajo por todos os continentes, me reúno com os grandes talentos da minha área e participo de eventos e pesquisas. Acabo de inaugurar minha clínica em Barcelona, na Espanha, local que uso como base para realizar meus trabalhos no exterior.

Seu lema é uma pele jovial, mas com aspecto natural. Qual é a idade certa para começar a se cuidar?
O trabalho do dermatologista moderno também é preventivo. Começamos a apresentar os primeiros sinais de envelhecimento a partir da terceira década de vida. Quem pensa na prevenção pode começar seus cuidados nesse período. A perda de colágeno, porém, se acentua a partir da quarta década, quando os tratamentos para recuperação devem ser instituídos. Mas nunca é tarde para começar, sempre é possível recuperar a pele.

Além de rejuvenescimento, quais são os tratamentos mais procurados na sua clínica?
Coordeno uma equipe de dermatologistas que atuam em diversas áreas. Tratamentos para acne, rosácea, queda de cabelos, manchas e cicatrizes de acne são muito procurados. No setor corporal, os tratamentos para gordura localizada sem cirurgia é o mais buscado. Usamos uma técnica importada de Harvard que resfria a gordura e a mata de forma permanente, reduzindo até 25% em uma sessão. Pode ser usada em qualquer área do corpo, e as novas ponteiras são indicadas também para reduzir a papada. Para as mulheres, o tratamento íntimo feminino melhora a incontinência e o prazer sexual. Nossa atuação é bastante ampla e contamos com a tecnologia que permite que isso aconteça.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s