Comidinhas

Zebra Zero transforma-se em bom endereço de frozen yogurt

Depois de uma abertura conturbada, marca que nasceu no Guarujá tornou-se um sucesso e deve abrir nova franquia no Itaim Bibi com sistema self-sevice

Por: Helena Galante

Zebra Zero - 2
Esquina da Lorena com a Haddock Lobo: a música alta confere clima jovem ao salão (Foto: Mario Rodrigues)

De carona na moda das redes de frozen yogurt, um grupo de investidores brasileiros inaugurou em 2009 a Zebra Zero. Instalada no Shopping Jequiti, no Guarujá, a loja tornou-se um sucesso. A marca subiu a serra em agosto do ano passado e chegou à esquina da Alameda Lorena com a Rua Haddock Lobo, no Jardim Paulista. Durante as primeiras semanas, a casa, de música ambiente nas alturas, patinou em quesitos importantes. Numa primeira visita, não dispunha de parte do cardápio. Em outra ocasião, desrespeitou o horário de funcionamento ao fechar mais cedo que o anunciado. Passados quase seis meses, o endereço acertou os ponteiros e tornou-se uma boa pedida para quem procura uma opção refrescante e de apelo saudável. Cada porção de 100 gramas tem 85 calorias, menos da metade do que é encontrado na mesma quantidade de um sorvete cremoso de baunilha. 

Zebra Zero
Gelado de mirtilo mais frutas: cada porção de 100 gramas tem 85 calorias (Foto: Mario Rodrigues)

Feitos em uma fábrica em Campinas e armazenados em máquinas importadas da Coreia do Sul, os gelados aparecem nas versões natural, uva verde, mirtilo e coco. Custam R$ 7,00 (120 gramas), R$ 9,00 (200 gramas), R$ 11,00 (260 gramas) e R$ 18,00 (500 gramas). Complementos como frutas picadas, caldas, castanhas e biscoitos são pagos à parte (R$ 1,00 o item). Original e azedinho na medida, o café Nespresso coberto por creme de iogurte custa R$ 5,00. Para março, está prometida a abertura de uma franquia no Itaim Bibi, cujo sistema será self-service por quilo.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO