Bebida

Feira Wine Weekend leva rótulos em oferta e degustações ao Jockey Club

Evento terá 22 palestras, preços baixos aos clientes e uma ala destinada a agências de viagens

Por: Renata Sagradi - Atualizado em

vinhos 2178
Degustação de tintos, brancos, rosés e espumantes (Foto: Divulgação)

Entre quinta (19) e domingo (22), os fãs de vinhos terão uma boa oportunidade de conhecer novidades ou simplesmente aproveitar algumas ofertas. O Jockey Club de São Paulo, no bairro de Cidade Jardim, sediará uma feira em que produtores brasileiros e importadores vão expor mais de 2 000 rótulos ao consumidor final. Está previsto ainda um ciclo de 22 palestras, com temas como ‘Aprenda a identificar o vinho certo para cada momento da vida e do seu dia a dia’ e ‘A bebida que vem acompanhando impérios e revoluções, numa abordagem cronológica’.

Será uma espécie de bê-á-bá de tintos, brancos, rosés e espumantes. “Apesar de crescente, a cultura do vinho ainda não é muito difundida por aqui”, acredita o organizador Eduardo Viotti. “Queremos dividir experiências com o público.”

Garrafas da vinícola Aresti, fundada em 1951 no Chile, aparecem com cerca de 20% de desconto. O Aresti Cabernet Sauvignon Reserva 2006 vai de 50,98 para 39 reais. Da linha Family, o Carmenère 2001 baixou ainda mais, de 112,97 para 69 reais. Entre os franceses, o Château Cabos 2005, produzido na região de Bordeaux, sai de 71 por 53 reais. Há opções menos conhecidas. Produzidos na Patagônia, os vinhos Chatén Gran Reserva 2008, das cepas malbec ou pinot noir, custarão, cada um, 74,99 reais, e serão vendidos pela Expand.

Alguns expositores apresentam ainda promoções especiais, como a Ravin, que oferece duas garrafas do Gran Devoción Cabernet-Syrah 2007, produzido pela empresa chilena Viña Maipo, na compra de uma caixa do argentino Zuccardi Q Tempranillo 2005 (630 reais, com seis unidades). No estande da vinícola brasileira Salton, o tinto Talento, que tem preço médio de 70 reais, poderá ser encontrado por 50 reais.

Uma ala será destinada a agências de viagens que comercializarão pacotes turísticos para todas as regiões produtoras do planeta. A feira contará ainda com um restaurante pilotado pelo banqueteiro Newton Figueiredo. Quem quiser almoçar ou jantar poderá até abrir as garrafas que acabou de comprar.

Haverá também uma área reservada para degustação de vinhos e queijos. Os goles terão como fundo musical o som de bandas de jazz e blues. São esperados mais de 10 000 visitantes durante os quatro dias. A entrada custa 30 reais e dá direito a participar de uma degustação e duas palestras.

Fonte: VEJA SÃO PAULO