Passeios

Confira opções de passeio para divertir a criançada

Circo, bichos, atividades esportivas, parques e museus fazem parte do roteiro

Por: Luiz Fukushiro - Atualizado em

Wet’n Wild 2185a
O complexo de tobogãs, plataformas e duchas: para crianças com mais de 6 anos (Foto: Divulgação)

Confira abaixo algumas atrações para distrair os pequenos:

  • Parques de diversão

    Wet’n Wild

    Rodovia Dos Bandeirantes, Km 72, Fazenda Tamburi

    Tel: (11) 4496 8000

    7 avaliações

    Localizado a 60 quilômetros da capital, tem 7 milhões de litros de água e 25 atrações. O Vortex, inaugurado no dia 19 de outubro de 2014, fica a 24 metros do chão, o equivalente a um prédio de seis andares. Durante a queda de 12 metros, a boia que comporta até seis pes­soas por vez pode atingir a velocidade de 70 quilômetros por hora. No meio do to­bogã, um funil gigante, com 18 metros de diâmetro, aumenta a adrenalina. Outra atração é o Kamikaze, com dois tobogãs de 18 metros. No R4lly, a criançada pode encarar, com a cabeça para a frente e a barriga para baixo, os 100 metros de extensão do escorregador que imita um espaço de corrida. São quatro "pistas" e a velocidade da descida chega a 60 quilômetros por hora. Os menorzinhos vão gostar do Lazy River. Ali, eles flutuam por uma suave correnteza numa espécie de rio de 320 metros de extensão.

    Saiba mais
  • Parques

    Aquário de São Paulo

    Rua Huet Bacelar, 407, Ipiranga

    Tel: (11) 2273 5500

    28 avaliações

    Após uma expansão realizada em abril de 2015, o parque tem como grande atração um casal de ursos polares, vindos da Rússia. Aurora e Peregrino vivem em um recinto climatizado de 1500 metros quadrados. Também são novidades bichos provenientes de regiões como Austrália, África e Indonésia. São cangurus, equidnas, vombates e leões-marinhos. Há ainda lêmures, que ganharam fama com o personagem Rei Julien do filme Madagascar (2005), e suricatos, similares a Timão, do desenho O Rei Leão (1994). Um casal de coalas deve chegar em breve.

    + Conheça as novidades do Aquário de São Paulo

    O ala antiga ainda atrai atenções. Um tanque gigante de 1 milhão de litros de água salgada abriga diversas espécies aquáticas. Para observá-las, adultos e crianças ficam em um espaço que lembra um navio naufragado. Os peixes são vistos através de placas acrílicas quando se olha para a frente ou para o alto.

    Por ali circulam oito tubarões-lixa e o tubarão-mangona Pancho, que tem 1,80 metro de comprimento e pesa 100 quilos. Em outro setor estão mamíferos aquáticos a exemplo de lontras e o peixe-boi Tapajós, ameaçado de extinção e vindo da Amazônia. Por ali, a sensação é de uma visita à Amazônia. O público conhece também reproduções de lugares como a Patagônia, no pinguinário, cheio de aves originárias da região do sul da Argentina. O lago dos jacarés faz uma referência ao Pantanal.

    Saiba mais
  • Parques

    Cia. dos Bichos

    Estrada Do Capuava, 2990, Chácara Ondas Verdes

    Tel: (11) 4703 3548

    3 avaliações

    Computador, televisão, tablet, playground do condomínio, shopping, cinema... Que tal variar na rotina e deixar que as crianças respirem um pouco de ar puro? Uma boa opção pode ser a Cia. dos Bichos, localizada a 29 quilômetros da cidade. A fazendinha de 25 000 metros quadrados inaugurada dezoito anos atrás ainda é um interessante passeio, sobretudo para os menorzinhos. Logo na entrada, uma vila caipira mostra os hábitos do interior. Na venda, os adultos provam café fresquinho passado no coador de pano. As crianças alimentam as ovelhas com capim, servem banana às emas e passeiam a cavalo. Também há um lago, em que os recém-chegados cisnes-negros e marrecos chamam atenção. Durante toda a visita, monitores contam curiosidades sobre a vida no campo. No berçário, por exemplo, eles explicam como funciona a chocadeira, uma máquina que mantém a ventilação e a temperatura corretas para o nascimento de pintinhos.

    Saiba mais
  • Parques

    Cidade das Abelhas

    Rodovia Régis Bittencourt, s/n, Parque Industrial Ramos De Freitas

    Tel: (11) 4703 6460

    4 avaliações

    Em uma área cercada de mata nativa, as crianças descobrem como vivem as abelhas. Há uma colmeia gigante, um observatório e uma abelha com 18 metros de comprimento e 3 de altura, feita de fibra de vidro.

    Saiba mais
  • Parques

    Fazendinha Estação Natureza

    Avenida Washington Luís, 4221, Santo Amaro

    Tel: (11) 5034 2728

    2 avaliações

    O principal atrativo do espaço de 10 000 metros quadrados é sua localização: os bebês entram em contato com a vida rural sem deixar o ambiente urbano. Por lá, eles são convidados a dar milho às galinhas e capim às vacas, e também a acariciar ovelhas, cabras e patos. Os animais que chamam mais a atenção dos bebês são os menores, como porquinhos-da-índia e coelhos.

    Saiba mais
  • Parques

    Instituto Butantan

    Avenida Doutor Vital Brasil, 1500, Butantã

    Tel: (11) 3726 7222

    3 avaliações

    Abriga um complexo com três museus. No Biológico, há noventa animais, entre cobras, aranhas, sapos, lagartos e escorpiões. Através de microscópios instalados no Museu de Microbiologia, a garotada pode observar bactérias e fungos. Completam a excursão o serpentário — ao ar livre — e o Museu Histórico, que mostra a trajetória do centro de pesquisas fundado em 1901. Reserve no mínimo duas horas para conhecer tudo.

    Saiba mais
  • Parques

    Zoo Safari

    Avenida Do Cursino, 6338, Vila Moraes

    Tel: (11) 2336 2131 ou (11) 2336 2132

    2 avaliações

    Aberto nos anos 70, o parque em que os animais ficam soltos foi reinaugurado em 2001, sob administração da Fundação Parque Zoológico. Os visitantes podem entrar com seu próprio carro ou utilizar uma van do local, com motorista e guia. No percurso, observam-se lhamas, antas e bisões, entre outros animais. É possível alimentar alguns deles, como o cervo-dama e o emu (uma ave australiana semelhante à ema), com ração vendida no Zoo Safári.

    Saiba mais
  • Parques

    Zoológico de São Paulo

    Avenida Miguel Estéfano, 4241, Saúde

    Tel: (11) 5073 0811

    5 avaliações

    O Zoológico de São Paulo é um passeio para toda a família. Entre elefantes, leões, tucanos e cobras, reúne aproximadamente 3 200 animais espalhados em 824 529 metros quadrados de Mata Atlântica. Em maio, nasceu mais um filhote de girafa no parque, uma fêmea batizada de Ágatha. Uma dica: ela só sai do recinto coberto quando o tempo está mais quente.

    Saiba mais
  • Parques

    Amazing Balls

    Rua Da Gávea, 1014, Vila Maria

    Tel: (11) 2615 0854

    6 avaliações

    São mais de 300.000 bolas — higienizadas a cada vinte dias, de acordo com o parque Amazing Balls. Na piscina, crianças de 2 a 12 anos se esbaldam, seja na cama elástica, nos tobogãs ou nas pontes. A brincadeira é acompanhada o tempo todo por monitores.

    Saiba mais
  • Parques

    Casa de Pedra

    Rua Venâncio Aires, 31, Perdizes

    Tel: (11) 3879 6800

    VejaSP
    Sem avaliação

    Brincar sozinho não tem graça na Casa de Pedra. A melhor forma de curtir o parque de escalada indoor é acompanhado, seja pelos pais ou pelos instrutores do local. O motivo? É necessário sempre que alguém segure a corda de segurança dos alpinistas. Os iniciantes podem começar se aventurando em duas paredes menores, com cerca de 2 metros cada uma. Elas podem ser desbravadas sem os equipamentos de apoio. Caso o participante se desequilibre e caia, colchões macios estão dispostos para amortecer o impacto. Para conseguir subir cada vez mais alto, além de usar a força nos braços e nas pernas, é preciso estar atento às marcações na parede. Elas indicam o caminho até o topo, distante 14 metros do chão, e são uma forma de medir seu progresso. Outra dica indispensável é usar roupas confortáveis e que deixem as crianças com os movimentos bem livres. Apesar de o local oferecer sapatilhas, a quantidade é limitada — o mais indicado é sair de casa de tênis. Quem tem medo de altura mas quer aprender outra prática esportiva pode testar seu equilíbrio no slackline, uma fita esticada sobre a qual o objetivo é (tentar) caminhar de uma extremidade a outra, sem cair.

    Saiba mais
  • Museus

    Catavento Cultural e Educacional

    Avenida Mercúrio, s/n, Brás

    Tel: (11) 3315 0051

    14 avaliações

    Entre os dezoito museus administrados pela Secretaria de Cultura do Estado, o Catavento Cultural e Educacional, no Brás, é o mais visitado da capital. As escolas costumam bater cartão no museu educativo Catavento, mas o passeio também fica legal em família. Primeiro ponto para aproveitar: acorde cedo no sábado, dia em que a entrada é grátis. Quem chega lá por volta das 11 horas consegue as senhas para as oficinas mais interessantes do dia. Entre as atividades mais procuradas estão a parede de escada de 7 metros de altura e o estúdio de TV. no espaço Vida, monitores simulam expedições de pesquisa no oceano e abordam a teoria da evolução, de Charles Darwin, de um jeito que entretém adultos e crianças.

    Saiba mais
  • Museus

    Museu da Língua Portuguesa

    Praça Da Luz, s/n, Bom Retiro

    Tel: (11) 3322 0080

    7 avaliações

    O museu já realizou homenagens a escritores como Fernando Pessoa, Machado de Assis, Clarice Lispector e Cazuza. Nas montagens permanentes, o espaço se dedica à valorização da língua portuguesa, usando a tecnologia para apresentar os conteúdos. O Beco das Palavras, por exemplo, é uma mesa interativa usada para formar vocábulos e descobrir seus significados e origens. Já a Linha do Tempo mostra aos visitantes a história do idioma. Há ainda um telão de 106 metros com projeções simultâneas sobre o uso do português e totens com a influência de outras línguas como tema. Observar com atenção a estrutura do prédio onde o museu está instalado também faz parte do passeio. Na Estação da Luz, o edifício é um patrimônio histórico do Século XIX.

    Saiba mais
  • Parques

    Planetário do Ibirapuera

    Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 10, Parque Ibirapuera

    Tel: (11) 5575 5206

    VejaSP
    3 avaliações

    Depois de mais de dois anos fechado para reforma, o Planetário do Ibirapuera volta a ser uma opção de lazer para os paulistanos. Inaugurado em 1957 e reaberto no fim de janeiro, o espaço sempre esteve no currículo de passeios das escolas. Mas vale a pena fazer a visita em família. Primeira dica: programe-se para ir durante este mês de fevereiro. É quando todas as quatro sessões diárias, de terça a domingo, são abertas ao público. A partir de março, o horário se restringirá aos fins de semana. Durante a exibição, todas as luzes se apagam, claro. Por isso, vale ficar de olho na nossa recomendação etária (a partir de 5 anos) e avisar as crianças antes do início que os próximos quarenta minutos serão no escuro. Mas não se preocupe: basta o novo projetor alemão Zeiss Starmaster começar o seu trabalho para que todos fiquem hipnotizados. Na sala de 550 metros quadrados em formato circular, os meninos e meninas deitados em poltronas similares às de cinema podem vislumbrar o céu do verão paulistano de uma forma bem diferente, sem poluição, luzes da cidade ou qualquer nebulosidade. Estrelas, planetas, meteoros e cometas aparecem como bonitos pontos iluminados em um cenário digno de filme. Uma aulinha explicativa acompanha cada trecho da apresentação e entretém inclusive os adultos. Um programa divertido, educativo, grátis e — sem trocadilhos — quatro-estrelas na cotação de VEJA SÃO PAULO. Recomendado a partir de 5 anos.

    Saiba mais
  • Museus

    Museu do Futebol

    Praça Charles Miller, s/n, Pacaembu

    Tel: (11) 3664 3848

    7 avaliações

    Impossível não se contagiar de cara com a atmosfera boleira deste museu cravado debaixo das arquibancadas do Estádio do Pacaembu. Todas as atrações são multimídia e interativas. Projetores exibem fotografias gigantes de ídolos como Pelé, Garrincha, Zico e Ronaldo. Numa sala, fotos antigas contextualizam os primórdios do esporte no Brasil. Há muito material em vídeo, mostrando dribles, gols e jogadas marcantes. Quem quiser se aventurar (sobretudo as crianças), pode brincar de cobrar um pênalti e medir a velocidade do chute numa atração ou jogar com uma bola virtual em outra. Duas experiências arrepiam os visitantes: imagens de torcedores incentivando aos berros seus times, projetadas em telões debaixo das arquibancadas, e o acesso para ver (e fotografar, é claro) o gramado verdinho do Pacaembu. Em outra sala, telas em alta definição apresentam a história das copas e a participação da Seleção em cada uma delas. Difícil é sair de lá sem querer gritar “Brasil, Brasil, Brasil”.

    Saiba mais
  • Estação Ciência

    Rua Guaicurus, 1394, Água Branca

    Tel: (11) 3871 6750

    1 avaliação

    Tem como proposta aproximar o universo da ciência ao cotidiano das crianças. Exposições sobre diferentes áreas do conhecimento estão espalhadas por todo o complexo. Uma das atrações que fascinam e divertem a garotada é o gerador de Van der Graaf. A máquina, capaz de armazenar grande quantidade de eletricidade estática, faz com que os cabelos de quem coloca as mãos em sua esfera fiquem arrepiados.

    Saiba mais
  • Parques de diversão

    Hopi Hari

    Rodovia Dos Bandeirantes, Km 72, Bairro do Moinho - Fazenda Serra Azul

    Tel: (11) 4007 1134 ou (08) 0060 0113

    7 avaliações

    O complexo de 760.000 metros quadrados do mais bacana parque de diversões do Brasil tem cinco setores temáticos. Na área "Pernalonga e sua Turma" é possível encontrar a turma do Looney Tunes e brinquedos como o Konfront, formado por naves decoradas com o cenário de Marvin, o Marciano, e o Lokolorê, cujas cabines em forma de lata de tinta giram em torno de si mesmas. As crianças com mais de 10 anos preferem as atrações radicais, caso do Ekatomb e do Katapul ou da montanha-russa Montezum.

    Saiba mais
  • Autódromos

    Kart In - Jaguaré Racing Club

    Avenida Jaguaré, 1133, Jaguaré

    2 avaliações
  • Parques de diversão

    O Mundo da Xuxa

    Avenida Das Nações Unidas, 22540, Jurubatuba

    3 avaliações
  • Boliches

    Villa Bowling - Shopping Vila Olímpia

    Rua Olimpíadas, 360, Vila Olímpia

    Tel: (11) 3047 6387

    4 avaliações

    Instalado numa área de 1 200 metros quadrados do 4º piso do Shopping Vila Olímpia, seu espaço, que custou 5 milhões de reais, foi inspirado no Red Rock Lanes, o famoso e imponente boliche de Las Vegas. São doze pistas de tamanho oficial automatizadas, um local com dezoito máquinas de jogos eletrônicos e um bar e restaurante. Para os menorzinhos (ou os adultos menos talentosos) conseguirem fazer seus strikes, as pistas estão equipadas com bumpers (barreiras móveis), que protegem as bolas para não caírem direto nas canaletas, e também com uma espécie de escorregador, destinado a quem tem dificuldade de lançá-las.

    Saiba mais
  • Resenha por Tatiane Rosset: Instalada em um galpão ecologicamente correto de 1.400 metros quadrados, a mostra diverte e ensina com atrações interativas. Cada um dos doze espaços explora um tema. Uma sala, por exemplo, simula o oceano para tratar da fotossíntese das algas. Na curiosa parte sobre eletricidade, aprende-se, por meio de bugigangas, o funcionamento de motores e pilhas. Até mesmo matérias mais complexas, como os mecanismos dos reatores nucleares, recebem tratamento lúdico: nesse caso, um painel permite que os visitantes “quebrem átomos” em projeção de imagens. No trajeto final, há informações sobre o consumo do corpo humano, dos eletrodomésticos e das grandes metrópoles. Com direção de criação e arte de Ary Perez, a cenografia é impecável. A criançada fica entusiasmada em todo o longo percurso, seja na linha do tempo que acende conforme os passos, seja quando seus cabelos se arrepiam, devido à eletricidade estática, ao encostar as mãos no gerador de Van der Graaf. Vale reservar pelo menos uma hora para brincar, ler e ver tudo. Até 18/03/2012.
    Saiba mais
  • Várias instalações, distribuídas pelos 1 200 metros quadrados da área de convivência do Sesc Pompeia, têm como mote as palavras, seus sons e significados. Para os menorzinhos, há móbiles e outros brinquedos no Berçário do Abecedário. Em uma das partes mais bacanas, caixas de madeira funcionam como um grande dicionário: nas portas estão escritas as palavras e dentro delas um minicenário ou um vídeo explicam sua origem e definição. O lago do espaço virou local de pescaria de vocábulos e um muro foi construído para as crianças deixarem mensagens. Há ainda exibição de curtas de animação. De 08/06/2010 a 17/10/2010.
    Saiba mais
  • Há 170 anos na ativa, o Circo Stankowich estreia no próximo dia 23 uma temporada no Belenzinho. O picadeiro recebe o espetáculo Cellebration. Além dos tradicionais números de mágica e malabarismo e do globo da morte, com cinco motociclistas desafiando a gravidade, a montagem traz apresentações musicais e uma nova trupe de trapezistas. Até 1º/12/2013.
    Saiba mais
  • Resenha por Tatiane Rosset: Fundada há mais de vinte anos, a companhia reúne quarenta artistas. Pingolé, o palhaço, diverte a meninada com várias entradas no picadeiro. O espetáculo inclui malabaristas, contorcionistas, trapezistas, acrobatas e mágicos. Até 28/10/2012.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO