Desabamento na Zona Leste

Vizinha de desabamento tenta salvar vestidos de loja interditada

Bombeiros recuperaram vestido de noiva de casamento marcado para esta sexta (30); acidente em obra que deixou mortos comprometeu estrutura de seis imóveis

Por: Juliana Deodoro

Uma das proprietárias de uma loja de vestidos de festa que foi interditada ao lado do local do desabamento em São Mateus, na Zona Leste, Claudia Franco, 42 anos, tenta a todo custo recuperar algumas das peças de uma casamento e um aniversário, marcados para a próxima sexta (30).

“A noiva estava desesperada e minha mãe com medo de não conseguir honrar o compromisso”, disse a lojista, que divide a administração da loja com a mãe, Neli Franco.

A loja Kamilly Noivas fica ao lado do prédio em obras que desabou na terça (27) deixando ao menos oito mortos na Avenida Mateo Bei. Dos seis imóveis interditados, três foram liberados nesta quarta pelos bombeiros. A de Claudia Franco segue bloqueada porque, segundo ela, uma rachadura põe a estrutura em risco.

A lojista disse ter ao menos quatrocentos vestidos no local. Pela manhã, os bombeiros conseguiram retirar o da noiva e, agora à tarde, dez outros trajes que são das damas, segundo Claudia. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO