Acidente

Viúva de assessor de Campos deixa mensagem comovente no Instagram

"Me ajuda a ser Cecília de novo", postou ela na rede social 

Por: Redação VEJA SÃOPAULO.COM - Atualizado em

CECILA
Cecília e Carlos: casados em abril deste ano (Foto: Reprodução Instagram)

Cecília Ramos, viúva de Carlos Percol, assessor de imprensa que estava no voo que matou o presidenciável Eduardo Campos, fez um desabafo comovente em uma rede social.

 “Estávamos tão felizes e plenos. Fui amada por você até os últimos minutos quando recebi mensagem sua antes da decolagem”, postou ela no Instagram. “Sei que você não vai me deixar despedaçada. Então me ajuda a ser Cecília de novo. A sua "gaiatinha" está sem chão. Tô morta de medo, mas eu vou conseguir com tanto amor que tenho recebido do Brasil inteiro.”

+ Sob queima de fogos e aplausos, Eduardo Campos é enterrado no Recife

+ Eduardo Campos morre em acidente de avião em Santos

Cecília havia se mudado recentemente para São Paulo para ficar mais próxima de Carlos, com que havia se casado em abril deste ano. Percol está sendo velado no Palácio Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, ao lado do ex-governador Eduardo Campos e do fotógrafo Alexandre Severo. 

+ "O barulho das turbinas não sai da minha cabeça", diz moradora

Veja a mensagem na íntegra:

“A gente era assim. Um grude. Não precisava da presença física. "Tchinha, a gente é uma dupla", você dizia, vibrando com nossas conquistas ou nossas piadas. Meu amor, somos, sim, uma dupla. Você é meu cúmplice, meu parceiro, meu fã, meu ídolo. Sonhamos juntos um sonho só. E sonhamos tantos outros. Estávamos tão felizes e plenos no meio da campanha. Você me perguntou domingo qual era o tamanho do meu amor por você. "Maior que o mundo", te respondi. Olho para esta foto, tirada em raro momento de folga nossa em São Paulo, recentemente... você fazendo a cara que eu amava. O que você não fazia por mim? Você fazia até o impossível. Fui amada por você até os últimos minutos quando recebi mensagem sua antes da decolagem. Mas éramos também dois grandes otimistas. Então eu só pensava no melhor. Você é meu orgulho. Sempre te disse que a vontade move o mundo, num disse? E você moveu para ficarmos JUNTOS. E foi essa mesma vontade nossa que nos fez superar tudo e ficarmos JUNTOS até o fim. Te escrevo porque você amava que eu escrevesse aqui. E eu amava falar de você. Amo falar de você. Xinho, sei que você não vai me deixar despedaçada. Então me ajuda a ser Cecília de novo. A sua "gaiatinha" está sem chão. Sei que você está comigo porque você está em mim. Tô morta de medo, mas eu vou conseguir com tanto amor que tenho recebido do Brasil inteiro. E nossa casa também está cheia, como você adorava. Obrigada a todos vocês. E mais importante: minha fé em Deus não foi abalada. Lembra, meu amor, que cantamos juntos em momento de aflição ou de superação este louvor: "Não podes pensar que este é o teu fim. Não é o que Deus planejou. Levante-se do chão, erga um clamor. Restitui, eu quero de volta o que é meu. Sara-me e põe teu azeite em minha dor. Restitui e leva-me às águas tranquilas. Lava-me e refrigera minh'alma. Restitui". Amém, Senhor. Estou confiante em Ti. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO