Polícia

Vítimas de Abdelmassih levam denúncias à Secretaria de Segurança

Mulheres que ajudaram a prender Roger Abdelmassih afirmam receber ameaças

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Vítimas do ex-médico Roger Abdelmassih vão nesta terça-feira (2), às 14h, até a Secretaria de Segurança Pública. As mulheres, que ficaram conhecidas nacionalmente por ajudarem na captura do especialista em reprodução assistida acusado de 54 crimes sexuais, se encontrarão com o secretário Fernando Grella. Na oportunidade, elas registrarão um boletim de ocorrência das ameaças que receberam pela internet e telefone após a prisão de Abdelmassih.

+ Roger Abdelmassih: traído pela ostentação no Paraguai

Líder do grupo Vítimas Unidas, a estilista Vanuzia Leite Lopes disse que recebeu duas ameaças. Uma no celular, e outra no telefone residencial. "Um homem me disse que eu não ficaria viva para acompanhar o fim desta história", falou a estilista. "Passamos a ser muito visadas, porque, mesmo após a prisão, continuamos recebendo informações sobre o caso de Roger Abdelmassih."

+ Larissa Sacco: “Ele é meu primeiro e meu último amor”

No encontro com o secretário de Segurança Pública, o grupo apresentará denúncias de outros crimes que receberam por Facebook e e-mail. "São casos gravíssimos, que precisam de uma atenção especial", diz Vanuzia.

+ Acompanhe as últimas notícias da cidade

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO