Cidades

Vinte coisas que só quem mora na Vila Mariana vai entender

Da paixão pela coxinha do Veloso ao constante barulho de sirenes de ambulância, todos os fatos que os habitantes desse bairro vão se identificar

Por: Alessandra Freitas - Atualizado em

vila mariana
Vista do bairro da Vila Mariana, na Zona Sul da cidade  (Foto: divulgação)

Quem mora na Vila Mariana, na Zona Sul, já está acostumado aos barulhos das sirenes que cruzam as vias da região. Também sabe que deve evitar a todo custo usar o carro para chegar à Paulista ou para transitar pela Rua Domingos de Morais. O morador daqui se irrita ao ouvir piadas de que não há nada demais para fazer no bairro e faz uma lista quilométrica com todas as coisas bacanas que há por aqui, como o Parque do Ibirapuera, a Cinemateca, as opções gastronômicas na Rua Joaquim Távora etc. Aqueles que cresceram na região ou se mudaram para cá vão se identificar com a nossa lista.

+ Trinta coisas que só quem é do ABC vai entender

Vinte coisas que todo morador da Vila Mariana vai entender:

1) Está de carro? Então já sabe que deve evitar a Rua Domingos de Morais. Ela é uma espécie de Rebouças da Vila Mariana. Está sempre lotada. 

2) Quem mora aqui não cansa de dizer que está do ladinho da Avenida Paulista, mas, toda vez que abre mão do metrô para chegar até lá de carro, arrepende-se. 

3) Amar abertamente a facilidade de locomoção, com muitas estações de metrô e um bom número de linhas de ônibus que cruzam a região.

4) Apesar da oferta de transporte público, sempre se questiona se algum dia verá a inauguração da estação da Linha 5 – Lilás, em obra na Rua Domingos de Morais, perto do Shopping Santa Cruz.

Shopping Metrô Santa Cruz
Shopping Metrô Santa Cruz (Foto: Divulgação)

5) O centro de compras, aliás, é sempre usado como ponto de referência, assim como o supermercado Pastorinho. 

6) É comum dizer que dá para ir a pé ao Parque do Ibirapuera. Mas só faz isso quem mora perto mesmo. 

Parque do Ibirapuera
O parque: lago, ciclovia, pista de corrida, museus e muito verde (Foto: Priscila Zambotto)

7) É tudo junto e misturado, então sempre causa aquela confusão na hora de explicar os limites entre Vila Mariana e Vila Clementino. No final, chama tudo de Vila Mariana mesmo.

8) Quem é de fora se assusta com os incessantes barulhos de sirene na região, que conta com vários hospitais. Quem é daqui já nem ouve mais. Mentira, né!

9) Como a concentração de hospitais é grande, a de médicos não fica atrás. Quem aqui não tem um vizinho que veste o jaleco branco?

10) O bairro não ostenta a arquitetura mais bonita da cidade, mas a Igreja Nossa Senhora da Saúde quebra um pouco esse cenário pouco criativo da região. 

Paróquia Nossa Senhora da Saúde
Paróquia Nossa Senhora da Saúde (Foto: Divulgação)

11) Por falar em religião, o bairro conta com templos de diversas crenças. Aqui estão os centros budistas Honmon Butsuryu Shu do Brasil e o Templo Nikkyoji, a Comunidade Evangélica Luterana Congregação Japonesa de São Paulo e a Igreja Evangélica Árabe, além de muitas outras. 

12) Odiar intimamente as piadas dos amigos de que não há nada pra fazer no bairro (a não ser que sejam feitas por você).

13) Desmentir esses mesmos amigos dizendo que a Rua Joaquim Távora e outras vias ao redor têm várias opções de bares e restaurantes, como o Paralelo 12.27, o Barxaréu, o Zino Adega e Restaurante e o Sacra Rolha

Sacra Rolha - ambiente
O salão do Sacra Rolha: mesas iluminadas por velas  (Foto: Mario Rodrigues)

14) Invejar os ciclistas que passeiam pela ciclovia do bairro e considerar fortemente comprar uma bicicleta, já que as vias principais são planas e ainda dá para escapar do trânsito

15) Estar acostumado ao vaivém dos estudantes pela região - e os congestionamentos ocasionados por tantas escolas e cursinhos (Colégio Marista Arquidiocesano, Liceu Pasteur, Colégio Bandeirantes, Madre Cabrini, cursinhos Etapa, Poliedro... é sério, são muitos)

16) Pedir comida delivery em São Paulo é comum, certo? Mas poder pedir coxinha do Veloso para entregar em casa é um privilégio. 

Veloso
Porção de coxinha de frango com catupiry (Foto: Mario Rodrigues)

17) Amar cada restaurante árabe que dá para encontrar pelas ruas. Tem o Catedral Especialidades Árabe, Khan el Khalili, Al Basha, o Jaber...

Khan el Khalili
Salão do Khan el Kalili (Foto: Divulgação)

18) Não deixa de passar em uma das lojas do Racho da Empada quando precisa fazer uma boquinha entre um compromisso e outro. 

Rancho da Empada - Moema
Rancho da Empada - Moema (Foto: Divulgação)

19) Sabe que pode contar com a programação da Cinemateca Brasileira quando quer fugir da mesmice dos cinemas tradicionais. 

Cinemateca Brasileira
Fachada da Cinemateca Brasileira, uma das atrações da Vila Mariana (Foto: Alf Ribeiro/Folhapress)

20) Recorrer ao Multi Vila Mariana, na Rua Pelotas, quando precisa comprar algum badulaque.  

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO