É hoje

Vinhos libaneses são tema de jantar no Arábia

Quatro rótulos harmonizam com pratos tradicionais do país

Por: Bruno Cesar Dias - Atualizado em

Arábia
A salada kisir será harmonizada com o vinho Prince Blanc 2010 (Foto: Divulgação)

Encravada entre o Mar Mediterrâneo e as montanhas, a região de Batroun, no Líbano, tornou-se uma espécie de Vale do Rhône do Oriente Médio. De lá são provenientes vinhos feitos com as brancas chardonnay e marsanne e as tintas shiraz, mourvèdre e grenache, de origem francesa. Quatro rótulos libaneses feitos com essas cepas vão estar no jantar harmonizado que acontece hoje (15), no restaurante Arábia, unidade dos Jardins, às 21h.

+ Que tipo de vinho combina com o inverno?

+ Conheça as novas caras do vinho

+ Guia do vinho: confira dicas de cursos, acessórios e rótulos

“As pessoas se esquecem, mas a bebida nasceu no Oriente Próximo. É só se lembrar da parábola cristã da água e do vinho”, comenta o consultor Ricardo Bohn Gonçalves, organizador do evento. Devido à influência francesa, as vinícolas locais utilizam métodos semelhantes aos utilizados na Europa, proporcionando vinhos agradáveis e equilibrados.

O encontro de culturas funciona. “Tivemos a preocupação de não fugir dos pratos tradicionais da casa, como cordeiro assado e sopa de lentilha, para mostrar que a cozinha árabe também vai bem com vinhos”, explica o sócio do Arábia Sergio Youssef Kuczynski. Dos sabores típicos dessa gastronomia, apenas o limão ficou de fora “para não brigar com a acidez natural das uvas”, completa o restaurateur.

O jantar, mediante reserva, traz aperitivos, entradas, dois pratos e sobremesa a R$ 170,00, por pessoa. O pernil de cordeiro assado chega à mesa fatiado e acompanhado de oozi (arroz de carne de cordeiro moída, ervilha fresca e pinhole) envolto em massa folhada é harmonizado com os vinhos Château dês Anges, cepas de syrah e de cabernet sauvignon. Confira abaixo o menu harmonizado completo:

Aperitivos:

Bolinhos de falafel com molho taratur e sambussak (pequeno pastel assado de queijo feta)

Vinho: Prince Blanc 2010 (corte de chardonnay e marsanne)

Entradas:

Salada kisir (feita com bulgur, pimentões e nozes), homus e coalhada seca

Vinho: Prince Blanc 2010 (corte de chardonnay e marsanne)

Primeiro Prato:

Sopa de lentilhas com alho-poró

Vinho: Cuvée de l’Ange 2008 (corte de shiraz, mourvèdre e grenache)

Segundo Prato:

Pernil de cordeiro assado e fatiado, na companhia de oozi envolto em massa folhada

Vinhos: Château dês Anges Syrah 2008 e Chateau dês Anges Cabernet Sauvignon 2007

Sobremesa:

Borsalino (marzipã de pistache recheado de nata), com café e chá de hortelã

Fonte: VEJA SÃO PAULO