Restaurantes

Villa Cioè reúne boas massas italianas

Restaurante é novidade na Rua Tupi, em Higienópolis, na Zona Oeste

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Villa-Cioè-2168
Risoto de arroz vermelho com polvo, radicchio, uva e queijo mascarpone: R$ 55,00 (Foto: Fernando Moraes)

Num sobrado da década de 20, funciona há dois meses o Villa Cioè. O restaurante foi aberto por empresários sem experiência no ramo da gastronomia. Para evitar tropeços, eles contrataram a consultora Ana Soares, responsável por desenvolver o cardápio. Nele predominam sugestões de inspiração italiana, em particular da região da Toscana, e uma ou outra intromissão da França. Na execução das receitas está a chef Elisa Ayres, formada pelo Senac e ex-estagiária do Due Cuochi Cucina.

O capricho aparece em detalhes como o couvert, composto de pães quentes de fabricação própria. Não faltam encantos às entradas, entre elas a polenta cremosa coberta com tiras de lula em sua própria tinta (R$ 23,00). A lista de pratos, não muito extensa, reúne boas massas. Recheada de queijo de cabra e maçã verde, a meia-lua (R$ 44,00) chega al dente, valorizada por molho de manteiga e sálvia mais um toque sutil de erva-doce fresca e laranja. Embora rico em sabor, o confit de pato (R$ 53,00) na companhia de endívia gratinada e batata ao murro poderia ter a pele mais crocante. Pedida sem erro, o risoto de arroz vermelho (R$ 55,00) vem sob polvo grelhado, uva rosada, radicchio e queijo mascarpone.

De sobremesa, evite a torta de pera (R$ 23,00), de massa um tanto grosseira. Peça o delicioso risoto italiano de coco com figo assado (R$ 15,00). A carta de vinhos exibe rótulos atraentes, caso do italiano tinto Masi Campofiorin Ripasso 2006 (R$ 79,00). Apesar de gentil, o serviço é meio demorado. De terça (8) a domingo (13), oferece menu completo em homenagem aos namorados pelo preço individual de R$ 88,00. Os casais recebem uma taça de espumante para brindar.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO