Crianças

Telas de Tarsila do Amaral são tema de novo espetáculo da Cia. Druw

Montagem explora período de viagens que a pintora fez pelo país, e a plateia acaba sendo transportada para dentro da imaginação dela

Por: Clara Nobre de Camargo - Atualizado em

Abre Crianças 2231 - Vila Tarsila
Cena inspirada no quadro 'A Cuca': figurinos coloridos (Foto: Marco Lima)

Depois de levar ao palco “Lúdico” (2008), um tributo ao artista plástico russo Wassily Kandinsky, a Cia. Druw escolheu a modernista Tarsila do Amaral (1886-1973) como tema de seu novo espetáculo de dança. Com direção de Miriam Druwe e Cristiane Paoli Quito, a criativa Vila Tarsila transporta a plateia para dentro da imaginação da homenageada. A montagem explora um período no qual a pintora fez uma série de viagens pelo país, que serviram de inspiração para alguns de seus trabalhos mais célebres.

+ Mais opções de passeios para crianças

+ Festival Sesi Bonecos do Mundo traz nove peças infantis

Ao som de música instrumental, surgem personagens e cenários tirados de obras como “A Cuca”, “O Sapo” e “O Touro”, entre outras. No fundo, projeções animadas por Felipe Sztutman mostram cada uma das telas.

Abre Crianças 2231 - Vila Tarsila
Luciana Paes como a pintora modernista: projeções no fundo do palco (Foto: Marco Lima)

Adriana Guidotte, Anderson Gouvêa, Bruna Petito, Bruno Rudolf, Elizandro Carneiro, Miriam Druwe, Tatiana Guimarães e Luciana Paes (como Tarsila) formam o elenco. Revelam-se encantadores os momentos em que Tarsila interage com o lento Abaporu, figura criada por ela no famoso quadro de 1928. Ora ele é interpretado por Adriana Guidotte em uma dança toda molenga, ora por um boneco gigante, manipulado por cinco bailarinos.

+ Xaveco Virtual: nossa ferramenta para paquerar no Twitter

Chamam atenção ainda os bonitos figurinos assinados por Marco Lima. A coreografia desperta a curiosidade das crianças e estimula os pais a conversar com elas sobre o movimento antropofágico e a Semana de Arte Moderna de 1922.

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO