Teatro

Veridiana Toledo estrela "Meu Trabalho É um Parto"

Atriz interpreta 12 personagens em um divertido solo sobre a gravidez

Por: Dirceu Alves Jr. - Atualizado em

Veridiana Toledo - Meu Trabalho É um Parto
A atriz: doze personagens em situações embaraçosas e engraçadas (Foto: Fausto Saez)

Em 2009, a atriz Veridiana Toledo, hoje com 36 anos, resolveu engravidar. A possibilidade de realizar o sonho veio seguida de uma preocupação. Como conseguiria trabalhar quando não pudesse mais disfarçar a barriga?

Para solucionar a questão, ela sentou diante do computador e escreveu o monólogo cômico “Meu Trabalho É um Parto”, que marca a sua estreia como dramaturga. O resultado revela-se divertido e, por vezes, tocante, principalmente por ser feito com muita verdade e leveza pela intérprete.

+ As melhores peças em cartaz na cidade

+ "Crônica da Casa Assassinada" fala com sucesso sobre lar em ruínas

Sem forçar a barra para mostrar-se uma virtuose, Veridiana convence o espectador nas doze personagens. Em comum, todas passam por situações embaraçosas, delicadas e engraçadas à espera do bebê. A montagem começa morna, retratando uma atriz num teste para a peça “Romeu e Julieta” como se a gestação de seis meses não fosse um empecilho.

Ganha contornos mais populares (e risíveis) ao enfocar uma executiva que enfrenta problemas incontroláveis durante as reuniões e entra no eixo ao equilibrar humor e sutilezas na sequência. Uma dessas mulheres adia ao máximo a hora de saborear um bolo de chocolate e outra tem o estranho desejo de comer a cera de uma lamparina. Surgem também a vizinha metida e pessimista e até um futuro pai resmungão.

Dirigida por Marcelo Galdino (seu marido) e Helô Cintra, Veridiana atinge o ápice na história final, ao encenar um inusitado parto. Nessa parte, ela firma um pacto velado com a plateia. A maioria ali não sabe que a atriz ainda não realizou o desejo de ser mãe e precisou superar uma gestação interrompida na fase de ensaios. Mas muitos saem do teatro emocionados com a mensagem transmitida.

Avaliação ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO