Plano Diretor

Vereadores dão senha de wi-fi para sem-teto na Câmara

Integrantes do MTST estão acampados em frente à Casa desde a tarde de terça-feira (24)

Por: Nataly Costa - Atualizado em

Câmara MTST
Faixa de sem-teto cobra moradia (Foto: Marcus Oliveira/VEJA SÃOPAULO.COM)

Os manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) acampados desde a tarde de terça-feira (24) no Viaduto Jacareí, em frente à Câmara Municipal de São Paulo, contam com uma benesse incomum: as senhas de wi-fi do Legislativo paulistano.

+ Plano Diretor não será votado nesta terça, diz presidente da Câmara

+ Câmara exclui Copa do Povo do Plano Diretor

O presidente da Casa, José Américo (PT), pôs na terça-feira no painel eletrônico do plenário um nome de usuário e a senha de visitante para uso dos sem-teto. Mais tarde, o relator do Plano Diretor, Nabil Bonduki (PT), pediu a senha da internet sem-fio da sala de imprensa da Câmara e distribuiu em um papel para os acampados.

"Eles foram bacanas com a gente, deixaram usar a internet", conta Daniel de Souza Ferreira, de 37 anos, um dos líderes da ocupação relâmpago na Câmara.

Sem rede

Como muita gente está usando a senha da sala de imprensa, parte da conexão sem fio caiu na tarde desta quarta-feira (25) na Câmara para os jornalistas que cobrem as sessões no plenário.Questionado, o presidente da Casa ainda não se manifestou sobre a questão das senhas.

A reportagem tentou contato com a presidência do Legislativo municipal, mas não obteve resposta até o momento.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO