Esporte

Vereador quer instituir o dia do "gol da Alemanha"

Político de Campinas apresenta projeto de lei para transformar 8 de julho em uma data para refletir sobre o futebol

Por: Mariana Rosario - Atualizado em

alemanha
Copa do Brasil: seleção foi eliminada pela Alemanha após perder por 7 a 1 (Foto: Antonio Milena)

A derrota do Brasil para a seleção alemã por sete gols, em 8 de julho, no Estádio do Mineirão, na Copa do Mundo de 2014, tornou-se motivo de vergonha e piada no país. Muitos gostariam de esquecer a goleada histórica sofrida. Mas, se depender do vereador Jota Silva, do PSB de Campinas, a data fatídica para o futebol nacional será eternamente lembrada. Isto porque o político deseja instituir na cidade o dia "É gol da Alemanha".

+ Manifestantes fazem 'cabidaço' na Câmara

Apresentado nessa segunda (3), o projeto de lei prevê que a data seja utilizada para discutir questões referentes ao futebol. "É um momento para reflexão sobre o esporte, que está decadente há muito tempo", diz o vereador.

Além da derrota, Jota Silva afirma que o dia será importante também para debater assuntos como o legado da Copa e os problemas do futebol, encontrando assim soluções para o Brasil voltar a ser conhecido como o país do futebol.

+ Justiça leiloa barco de 1 milhão de reais da máfia do ISS

Jota Silva é torcedor do Atlético Paranaense e locutor de partidas da série A do Campeonato Brasileiro. Apesar da proposta, o político acredita que a "a discussão não vai resolver nada". Mesmo assim, afirma que algo deve ser feito para remediar a situação.

Por isso, ele planeja aproveitar os debates para gerar documentos que serão encaminhados à Confederação Brasileira de Futebol. "Tudo que mexe com a população deve ser discutido pela política."

+ Confira as principais notícias da cidade

O projeto ainda não tem data para ser votado pela Câmara de Vereadores de Campinas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO