Imprensa

A força de uma marca

Exemplos de como ocorreram mudanças expressivas na vida de algumas empresas e pessoas que foram retratadas em reportagens da Vejinha

Por: Daniel Bergamasco

Veja Comer e Beber 2014
Os vencedores da última edição de VEJA COMER & BEBER: reconhecimento no mundo da gastronomia (Foto: Anderson Oliveira)

Relembre os restaurantes que ficaram com fila à porta depois de ser premiados por VEJA SÃO PAULO, a ex-modelo da Cracolândia presenteada com um tratamento gratuito para se livrar do vício das drogas e outros exemplos de como ocorreram mudanças expressivas na vida de algumas empresas e pessoas retratadas em reportagens da revista:

Oscar gastronônico

Em 1997, a Vejinha lançou o especial COMER & BEBER. Desde o início, a empreitada da revista foi reconhecida pelo mercado gastronômico como a mais relevante premiação do gênero na metrópole. O número de locais avaliados por aqui hoje é de aproximadamente 1 000, dos quais 800 entram na publicação, que apresenta a relação dos 39 destaques em quatro áreas — Restaurantes, Bares, Comidinhas e Bom e Barato —, além de conceder o prêmio de personalidade gastronômica.

A festa em que serão revelados os eleitos de 2015 está marcada para o dia 15 de outubro na Casa Fasano, no Itaim, o mesmo palco do evento do ano passado (acima). A grande novidade de 2015 do COMER & BEBER é a websérie Duelos Comer & Beber – Chefs do Futuro. Trata-se de uma competição entre alunos da Universidade Anhembi Morumbi e do Centro Universitário Senac que será exibida neste site.

Durante a festa, serão anunciados ao vivo os dois melhores estudantes de cada instituição. O time de críticos avalia as atrações da cidade para indicar o que há de melhor e poupartempo e dinheiro aos frequentadores. Só em despesas com restaurantes, bares e endereços de comidinhas (muitos deles visitados mais de uma vez ao longo do ano), foram gastos 216 000 reais em 2014 – todas as contas são pagas pela Editora Abril.

Esse trabalho tem um grande impacto na área. Para o chef Benon Chamilian, o que traduz tal influência são os 200% de aumento na clientela observados depois que seu Chef Benon venceu como o melhor restaurante árabe em 2014. “Fomos de cinquenta para 150 pessoas por dia. O número de clientes se estabilizou em 120, mudando nossa vida desde então”, revela.

Valor agregado

Em 2013, o empresário Alexander de Almeida, posando ao lado de sua Ferrari, foi personagem de uma capa a respeito de baladeiros que gastam fortunas nas áreas vips de boates (no caso dele, 50 000 reais de uma vez).

O vídeo sobre o “rei do camarote” foi o quarto mais visto do YouTube no Brasil naquele ano e já passa dos 8 milhões de visualizações. Alexander virou celebridade no país, e expressões como “agregar valor” e “bebida que pisca” foram usadas em anúncios e inspiraram dezenas de sátiras na web.

Mesmo tentando manter-se no anonimato, ele continua mostrando a boa vida, entre barcos e estações de esqui, diante dos 8 000 seguidores no Instagram. Em junho, entrou no Partido Trabalhista Nacional (PTN) com a intenção de sair candidato.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Drama com final feliz

Nascida no interior de Mato Grosso, Loemy Marques chegou a São Paulo em 2012 para tentar a carreira de modelo. Sem conseguir trabalho por aqui, viciou-se em drogas e foi morarna Cracolândia. “Preciso de ajuda”, contou ela a Adriana Farias, a repórter que revelou seu drama em novembro de 2014.

A história foi comentada no país inteiro e no exterior. Veículos como a versão italiana da revista Vanity Fair repercutiram o caso, reproduzindo a capa de VEJA SÃO PAULO. Dois dias depois da publicação de seu perfil, Loemy teve a oportunidade de deixar as ruas do centro. Ela conseguiu um tratamento gratuito em uma clínica particularpor intermédio do programa do apresentador Rodrigo Faro, da Record.

Encontra-se há dez meses nessa terapia, voltou a comer direito (ganhou 16 quilos) e vem recuperando a autoestima. Mas ainda não tem prazo para receber alta.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

O cerco a Silvio Santos

Um dos maiores jornalistas do mundo, o americano Gay Talese, autor de livros como Honra Teu Pai, a respeito da ascensão de uma família da máfia italiana em Nova York, costuma repetir que é preciso gastar sola de sapato em busca de boas histórias nas ruas. A dupla formada pelo repórter João Batista Jr. e pelo fotógrafo Fernando Moraes seguiu à risca o ensinamento.

Para vencerem a resistência de Silvio Santos a conceder entrevistas, eles frequentaram durante três dias o condomínio onde o apresentador tem uma residência e passa as férias, em Orlando. De tanto circularem pelo local, foram abordados mais de uma vez pela polícia. Em uma delas, o guarda ameaçou mandá-los para a prisão.

A insistência dos dois acabou recompensada quando Silvio aceitou recebê-los. No encontro, o apresentador falou sobre sua rotina americana e posou lavando louça na pia, uma das atividades que costuma realizar por lá, vigiado pela mulher, Iris Abravanel.

Silvio Santos - Ed.: 2360
O homem do baú em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos: esforço de reportagem (Foto: Fernando Moraes)

Prêmio da solidariedade

A seção Paulistano Nota Dez é dedicada a pessoas que fazem a diferença na cidade com trabalhos voluntários nas mais diversas áreas. Em dezembro de 2014, a revista premiou em um evento os dez casos mais marcantes entre os 47 publicados no ano passado.

Eles foram selecionados pelos leitores por meio de uma enquete na internet. A cerimônia de entrega contou com a presença de várias celebridades, como o publicitário Nizan Guanaes, a empresária Viviane Senna e o cantor Carlinhos Brown, que se apresentou de improviso ao lado de Flávio Pimenta, do grupo Meninos do Morumbi (foto), projeto de ensino musical gratuito na Zona Sul.

Eleito o destaque maior da noite, o motoboy José Roberto Souza Barros, que há onze anos distribui brinquedos a crianças carentes na Zona Leste, recebeu um cheque de 10 000reais da loja Armarinhos Fernando. Com isso, aumentou de 300 para 550 o volume de entregas mensais em 2015.

Prêmio Paulistano Nota Dez
Carlinhos Brown e Flávio Pimenta, do grupo Meninos do Morumbi, no Prêmio Paulistano Nota Dez, realizado em 2014 (Foto: Flavio Santana)

Multiplicação de consultas

Não são apenas os restaurantes e os bares que melhoram seus negócios depois de ser citados nas páginas da revista ou no site da Vejinha. Isso também acontece frequentementecom quem aparece nas reportagens de outras áreas. Um bom exemplo foi a rede de clínicas a preços populares Dr. Consulta, criada pelo administrador Thomaz Srougi a partir de uma unidade na favela de Heliópolis.

O empreendimento ampliou em 50% a média de 8 000 atendimentos mensais imediatamente após figurar na capa da revista, no fim de 2014. Na época, havia quatro filiais da empresa na Grande São Paulo. O número cresceu para sete endereços por aqui e a consulta custa atualmente 90 reais.

Thomaz Srougi - Dr. Consulta
Thomaz Srougi, criador do Dr. Consulta: atendimentos ampliados (Foto: Mario Rodrigues)

Escândalo municipal

A Vejinha esteve entre os veículos de imprensa que mais se empenharam nas denúncias e nas investigações sobre a Máfia dos Fiscais, tema de três capas da revista em 1999.

O caso revelou uma quadrilha especializada em extorquir dinheiro de comerciantes. Um dos principais beneficiários do esquema, Vicente Viscome se tornou o primeiro vereador cassado na história da cidade. Acabou também condenado, em maio de 2000, a dezesseis anos e quatro meses de prisão.

Saiu da cadeia em 2005 e, desde então, já tentou duas vezes voltar ao Palácio Anchieta, mas não conseguiu votos suficientes nas eleições de 2008 e 2012.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

De Itaquera e da Vila para o mundo

Com mais de 9 milhões de visitantes únicos mensais no site e cerca de 3,5 milhões de seguidores nas redes sociais, VEJA SÃO PAULO vem multiplicando nos últimos anos sua repercussão e sua relevância na internet.

Duas imagens publicadas no site durante a Copa correram o mundo. No jogo de abertura, nossa equipe foi a primeira a flagrar o ator Leonardo DiCaprio disfarçado nas arquibancadas. A foto foi reproduzida em veículos internacionais, como os ingleses Mirror e Daily Mail.

Na fatídica derrota de 7 a 1 para a Alemanha, torcedores queimaram a bandeira do Brasil. O clique exclusivo virou notícia na imprensa de países como Portugal, Bélgica e Rússia.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Verão na praia

Uma das áreas mais badaladas do Litoral Norte, a Riviera de São Lourenço ferveu ainda mais nos verões dos últimos doze anos com a ajuda do Espaço Cultural VEJA SÃO PAULO.

A última edição (fotos), realizada entre 26 de dezembro de 2014 e 31 de janeiro de 2015, ocorreu em uma área de 9 000 metros quadrados. Rolaram por lá shows, sessões de cinema e atividades infantis.

Na gastronomia, o destaque foi uma feira culinária com quinze food trucks, com cardápios que incluíam comida mexicana, pizza e churro. Durante o evento, passaram pelo local cerca de 380 000 pessoas, entre turistas e moradores.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA SÃO PAULO