Roteiro

Veja São Paulo Recomenda

Teatro, exposição, show para as crianças e as melhores novidades para comer e beber na cidade

Por: Veja São Paulo

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

As recomendações dos críticos de VEJA SÃO PAULO para esta semana:

  • Cozinha variada

    Batubara

    Praça São Marcos, 825, Alto de Pinheiros

    Tel: (11) 3726 2908

    VejaSP
    1 avaliação

    O imóvel grandioso que já pertenceu ao extinto Fidel é o cenário da casa, que oferece uma boa seleção de carnes à moda argentina — os sócios do endereço também tocam a churrascaria Cabaña del Asado, em Pinheiros. Servido no ponto solicitado, o prime rib (R$ 90,00) ganha a companhia de arroz biro-biro, fritas e farofa. Do cardápio amplo, merece ser pedida ainda a moqueca (R$ 239,00), sufciente para três pessoas, preparada com peixes e frutos do mar.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Banana Café

    Rua Jerônimo da Veiga, 198, Itaim Bibi

    Tel: (11) 2613 3005

    VejaSP
    Sem avaliação

    Um casarão dos anos 20 foi desocupado e, depois de uma reforma de catorze meses, tornou‑se um dos lugares mais fervidos do Itaim. A atmosfera do espaço segue a linha tropical chique. Cachos de banana decorativos e papel de parede com folhagens convivem em harmonia com o belo jardim vertical e o chão de mármore travertino. Prestou atenção na decoração? Parabéns, você foi um dos poucos. A maioria da clientela está é interessada em outra coisa, tipo olhar a mesa ao lado na varanda, onde as cadeiras ficam bem próximas entre si, ou engatar uma conversa na calçada e no bombado parklet, com um quase obrigatório drinque na mão. Sim, a galera prefere ficar em pé, na muvuca lá fora, a permanecer no salão. E não importam grandezas de ordem meteorológica— a pequena desordem borrifada de perfume sempre se encontrará em frente à casa.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Cafés

    Mocotó Café

    Rua Pedro Cristi, 89, Pinheiros

    Tel: (11) 3031 7932

    VejaSP
    Sem avaliação

    Eis que o chef Rodrigo Oliveira decidiu sair da toca. Ou melhor, da Vila Medeiros, onde sua família mantém desde 1973 o aclamado Mocotó. Aberto em dezembro, seu café fica num pequeno boxe do Mercado de Pinheiros. Em pratos descartáveis, são servidas algumas das ótimas receitas do cozinheiro, caso do copiadíssimo dadinho de tapioca (R$ 18,00, dez unidades) e do baião de dois (R$ 21,00 ou R$ 26,00 na versão completa, com vinagrete de abóbora, farofa e carne de panela). Até as 11 horas, saem itens para um café sertanejo, como o cuscuz de milho com ovo mole (R$ 8,00 o pequeno e R$ 10,00 o grande), pedida que pode vir com o caprichado café coado (R$ 4,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Monólogo dramático

    Memórias de Adriano
    VejaSP
    Sem avaliação
    O ator Luciano Chirolli já foi guiado por expressivos diretores pelas obras de grandes dramaturgos. Teve, no entanto paciência e humildade, para só agora, embasado pela segurança de três décadas de carreira, protagonizar o primeiro monólogo. Para tal desafio, o artista mineiro radicado em São Paulo escolheu um personagem não menos simbólico e trava, na ficção, um embate em torno do poder e da solidão. Publicado na França em 1951, o romance homônimo da escritora belga Marguerite Yourcenar surge como matéria-prima e, na adaptação de Thereza Falcão, Chirolli dá voz ao imperador romano Adriano em uma espécie de autobiografia imaginária. O sexagenário personagem escreve uma carta ao sucessor Marco Aurélio, com o objetivo de prepará-lo para ser um governante longe do estereótipo dos déspotas e, se possível, para que reconheça o amor como algo mais valioso que o trono. A diretora Inez Viana deixa Chirolli livre de amaras cronológicas em uma encenação atemporal, seja nos figurinos, cenário ou trilha sonora, executada por Marcello H. Logo, o discurso chega ao espectador como um desabafo embalado na intimidade. O enfoque homossexual – centrado na paixão de Adriano pelo jovem Antínoo – ganha forte ressonância na plateia e, nessa humanização, a montagem chega ao ápice. Estreou em 22/1/2016. Até 15/6/2016.
    Saiba mais
  • Animação

    Anomalisa
    VejaSP
    3 avaliações
    A estranheza faz parte das histórias do roteirista Charlie Kaufman, conhecido por trabalhos como Quero Ser John Malkovich (1999) e Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004). Depois de aventurar-se na direção no irregular Sinédoque, Nova York (2008), Kaufman volta ao posto de cineasta nesta não menos excêntrica animação, inspirada em peça teatral de sua autoria e indicada ao Oscar. Em formidável resultado, a técnica de stop motion (com bonecos) sustenta uma trama sobre emoções em um mundo triste, frio e sombrio. Dublado por David Thewlis, Michael Stone, uma celebridade da literatura de autoajuda, chega a Cincinnati para dar uma palestra sobre vendas. Na véspera, Stone, casado, pai de um garoto e em crise existencial, reencontra uma ex-namorada e se encanta com a insossa Lisa (Jennifer Jason Leigh), atendente de um call center. Com exceção de Stone e Lisa, todos os outros personagens têm a mesma voz (do ator Tom Noonan) e são muito parecidos. Eis uma das pistas para enveredar pelo mundo singular e melancólico de Kaufman, que, ousado, usa até nudez e cenas de sexo em um desenho só para adultos. Estreou em 28/1/2016.
    Saiba mais
  • Para encerrar as férias em grande estilo, uma boa pedida é a festa carnavalesca da dupla Paulo Tatit e Sandra Peres. Desta vez, eles e toda a turma do Palavra Cantada voltam à cidade com seu baile, que, desde 2008, já levantou foliões mirins em outras capitais, como Belo Horizonte e Rio de Janeiro. No show, não faltam as canções Pirata e Princesa, Duelo de Mágicos, Só Quero a Mamãe e o Papai e outros hits inconfundíveis como Sopa, Criança Não Trabalha e Pé de Nabo. Serpentinas e fantasias, além de permitidas, são bem-vindas. Dia 6/2/2016.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO