Cidade

Vazamento de gás atinge terminal de cargas no Guarujá

Bairro Vicente de Carvalho está tomado pela fumaça

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

vazamento de gás no guarujá janeiro 2016
Vazemento de gás atinge pátio de cargas no Guarujá (Foto: A Tribuna de Santos/Folhapress)

Um grande incêndio atinge nesta quinta (14) o pátio de cargas da empresa Local Frio, na margem esquerda do Porto de Santos, no Guarujá. Segundo o Companhia Docas Estado de São Paulo (Codesp), responsável pelo local, a Guarda Portuária detectou os primeiros focos de incêncio em torno das 15h15. O fogo teria sido ocasionado pela reação química da água da chuva em contato com um produto chamado ácido dicloroisocianúrico, porém não há informações de explosão.

 

+ Fique por dentro das últimas notícias

A partir daí, as chamas se propagaram e chegaram a pelo menos oito containers. Os bombeiros ainda trabalham no local e, por segurança, a entrada e saída de navios do terminal estão suspensas.

chamas no guarujá
Incêndio atinge pátio de cargas no Guarujá (Foto: Reprodução)

O Corpo de Bombeiros diz que até o momento quatro pessoas foram socorridas pela própria empresa com intoxicação. Não há informações sobre casos mais graves. Moradores de Vicente de Carvalho relatam que o bairro está tomado pela fumaça.

A nuvem de fumaça já atinge a cidade de Santos, onde uma criança foi internada com dificuldades para respiração. No bairro da Ponta da Praia, em Santos, moradores reclamam do cheiro forte da fumaça.

fumaça atinge bairro do guarujá
Fumaça de incêndio em porto no Guarujá já atinge um bairro da cidade (Foto: Reprodução)

+ Manifestantes se reúnem no Largo da Batata nesta quinta (14)

Orientação

O ácido dicloroisocianúrico em contato com a pele e olhos causa irritação e, em grandes quantidades, pode resultar em queimaduras. A aspiração do produto é altamente nociva à saúde, causando falta de ar, respiração ofegante, sufocação, dores no peito, e, dependendo do tempo de exposição à fumaça, queimaduras e danos irreversíveis

A Defesa Civil orienta as pessoas que sentirem algum mal-estar decorrente do contato com a fumaça para procurar a unidade de saúde do Jardim Boa Esperança, pois a unidade do Distrito de Vicente de Carvalho está fechada por conta do ocorrido.

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: VEJA SÃO PAULO