Shows

Vanessa da Mata faz show com Maria Gadú, Dona Ivone Lara e Mallu Magalhães

Projeto 'Mulheres Brasileiras' reúne cantoras distintas no palco do Via Funchal na sexta (30)

Por: Pedro Ivo Dubra - Atualizado em

Vanessa da Mata_2162
A anfitriã do projeto 'Mulheres Brasileiras', Vanessa da Mata (Foto: Alexandre Loureiro)

O que a sensação alternativa paulistana Mallu Magalhães, de 17 anos, teria em comum com a sambista carioca Dona Ivone Lara, a primeira compositora de samba-enredo da história e sete décadas mais velha? É difícil achar um ponto de contato, mas ambas dividirão o palco do Via Funchal na sexta (30). A promotora desse encontro improvável é a mato-grossense Vanessa da Mata, anfitriã do projeto 'Mulheres Brasileiras', que traz ainda a paulistana Maria Gadú.

Idealizada pelo empresário e produtor Luiz Oscar Niemeyer, a série já percorreu Salvador, Porto Alegre, Brasília e Belo Horizonte — São Paulo é a penúltima etapa antes do Rio de Janeiro. Vanessa escolheu as cantoras (nas outras cidades, as selecionadas foram Mariana Aydar, Alcione, Fernanda Takai e Mart’nália). “Elas são muito diferentes uma da outra e eu gosto do imprevisível”, diz.

'Mulheres Brasileiras' traz momentos só de Vanessa da Matta e duetos. Acompanhada por uma banda de quatro músicos, ao lado de Maria Gadú ela entoa Tudo Diferente (do repertório da convidada) e a sua Longe Demais. “Maria ficou surpresa com a sugestão. Uma vez, ela estava na plateia de uma apresentação minha e gritou pedindo essa música.” Shine Yellow, de Mallu Magalhães, faz dupla com Quando um Homem Tem uma Mangueira no Quintal. Dona Ivone Lara fornece duas de uma vez: Sonho Meu e Acreditar. No final, as quatro soltam a voz num tema que Vanessa prefere não revelar.

Fonte: VEJA SÃO PAULO