Entrevista

Val Marchiori: “Virei a vilã da história”

Uma das protagonistas do reality show “Mulheres Ricas”, socialite assume que exagera no programa para criar um personagem

Por: Catarina Cicarelli - Atualizado em

Val Marchiori
Val Marchiori: alfinetadas rendem polêmica no reality show "Mulheres Ricas" (Foto: Divulgação/Band)

Foram apenas dois episódios do reality show “Mulheres Ricas”, da Band, e virou consenso que Val Marchiori é a mais ácida das cinco participantes. A edição do programa não poupa a socialite ao mostrar seus maldosos e bem-humorados comentários sobre as colegas.

+ Tudo sobre Val Marchiori

+ Claudia Matarazzo: "Ricas? Não sei onde"

+ Lydia Sayeg: "Trabalho doze horas por dia"

Na última segunda-feira, Brunete Fraccaroli comentou no Twitter a nota baixa que Val deu a um risoto preparado por ela, apesar de tê-lo elogiado na sua frente. Irritada, ela chamou a “amiga” de cachorra e invejosa, disse que a odiava e prometeu divulgar a receita do prato para que todos avaliassem como estava gostoso.

Brunete não foi a única. Jaqueline, filha da participante Débora Rodrigues, demonstrou não gostar do jeito de Val durante um jantar exibido no programa. Na vinheta que faz um resumo do que acontecerá no terceiro episódio, Narcisa Tamborindeguy também aparece falando mal da colega: "A Val para ser uma Narcisa tem que nascer de novo".

“É um personagem. Eu sou engraçada, gosto da vida, falo o que penso, mas é óbvio que eu tenho que dar umas alfinetadas”, justifica Val. Em entrevista a VEJINHA.COM, a socialite conta o que ela acha da repercussão do programa e fala sobre o fato de ter virado a vilã do reality show.

VEJA SÃO PAULO — O que você está achando da repercussão de “Mulheres Ricas”?

Val Marchiori — As pessoas não entendem que é um programa de televisão. Nele, nossas vidas são infladas. Aquilo não acontece todos os dias. É um personagem. Eu sou engraçada, gosto da vida, falo o que penso, mas é óbvio que eu tenho que dar umas alfinetadas.

VEJA SÃO PAULO — Você acha que virou a vilã do reality?

Val Marchiori — Com certeza, virei a vilã da história, mas acho engraçado. Eu me divirto comigo mesma, porque as pessoas que vivem ao meu redor sabem quem eu sou de verdade.

VEJA SÃO PAULO — A Val do programa é uma personagem, então?

Val Marchiori — Eu dou uma exagerada, mas sou espetaculosa, mesmo. Dou-me o direito de ser. Comigo tudo é “big”.

VEJA SÃO PAULO — O que achou dos comentários no Twitter que as outras participantes fizeram a respeito de suas alfinetadas na edição da última segunda-feira do programa?

Val Marchiori — Eu sou de carne e osso, fico chateada com alguns comentários. Mas a gente está dando risada disso tudo. Nesse episódio em que eu falei que o cabelo da Lydia preso a deixava mais velha, comentei isso na frente dela, e ela agradeceu por eu ter sido sincera. Todo mundo pensa as coisas que eu digo, mas não se manifesta. Se não tiver alfinetadas, não gera polêmica.

VEJA SÃO PAULO — O que esperar dos próximos episódios?

Val Marchiori — É tanto surpresa para nós quanto para vocês. O programa terminou de ser gravado em novembro, mas nem a gente viu o material. Está tudo guardado a sete chaves. Mas vamos ver. Ainda tem oito episódios e muito babado para acontecer.

Fonte: VEJA SÃO PAULO