Shows

Espanhola Uxía interpreta temas de sua terra natal no Sesc Pinheiros

Espetáculo "Travesía da Saudade" terá participação especial do cantor Lenine

Por: Pedro Ivo Dubra

Uxía 2202
A cantora: vínculos entre o galego e o português (Foto: Divulgação)

Falado por 4 milhões de pessoas, o galego se assemelha muito ao nosso idioma — basta lembrar que a Galícia, comunidade autônoma da Espanha onde é língua oficial junto com o castelhano, encontra-se grudada ao norte de Portugal. Em 25 anos de carreira, a cantora e compositora Uxía sempre buscou explorar as conexões entre a tradição linguística da terra natal e a lusofonia, colaborando com músicos portugueses, africanos e brasileiros. Ela reafirma os laços na quinta (3), quando leva ao Sesc Pinheiros o espetáculo “Travesía da Saudade”. No repertório, encontram-se canções como “A Tribu Máxica” e “Alalá das Mariñas”. Também deve ser interpretada "Último Desejo", de Noel Rosa. Escudada por um trio, a intérprete de voz aveludada recebe Geraldo Azevedo, Socorro Lira, Cida Moreira e Swami Jr.

Uxía, que mora em Santiago de Compostela, capital e principal polo cultural da Galícia, visitou São Paulo há dez anos. “Meu anfitrião foi Chico César. Fui ao Teatro Municipal e a museus”, recorda. Desta vez, a viagem ao Brasil já rende uma estada de dois meses e uma turnê por quatro cidades. A artista aproveitou para registrar seu próximo CD, "Meu Canto", no estúdio da gravadora carioca Biscoito Fino. Jaime Alem, violonista e diretor musical da banda de Maria Bethânia, responde pela produção. Lenine é um dos convidados. Além da apresentação, ela tem um compromisso paulistano anotado na agenda: um passeio pelo Museu da Língua Portuguesa, que não existia na sua última vinda. “Quero conhecer e pretendo deixar um disco lá”, diz Uxía, cujo nome pode ser traduzido como Eugênia em português.

Fonte: VEJA SÃO PAULO