Educação

USP contará com Conselho de Segurança

A medida vai preceder a implantação do policiamento comunitário na Cidade Universitária, previsto para começar em setembro

Por: Estadão Conteúdo - Atualizado em

Cidade Universitária - USP
Praça do Relógio: local onde estudante foi estuprada (Foto: Luiz Aureliano)

A Universidade de São Paulo contará nos próximos dias com um Conselho de Segurança nos moldes dos que já existem em outros bairros da capital paulista. Segundo o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, a medida vai preceder a implantação do policiamento comunitário na Cidade Universitária, no Butantã, previsto para setembro.

Cidade tem panelaço durante programa partidário do PT

A implantação do conselho na USP acontece em meio à crise provocada por casos de roubos e estupros. "Nós chegamos a um acordo com a própria reitoria. Vamos criar um Conselho de Segurança na USP, com participação paritária de professores, funcionários, estudantes e da própria Polícia, para que todos convivam de forma harmônica na questão de segurança", afirmou o secretário, na manhã da última quinta-feira (6).

+ Vila Madalena sofre "apagão" de água durante a noite

Ainda segundo Moraes, a secretaria vai marcar reuniões com os grupos na próxima semana, que devem fazer indicações de representantes para o conselho. A ideia é que os grupos discutam a implantação do policiamento comunitário. O sistema inspirado o modelo japonês Koban é voltado para a prevenção dos delitos, ao contrário do atual policiamento da USP, que tem rondas e atendimentos de casos.

+ Confira as últimas notícias da cidade

O novo modelo de policiamento terá de 80 a 120 policiais militares. "Todos os policiais já estão treinados. Eles terão um diferencial no uniforme, que será um colete identificando o policiamento comunitário da USP. Acredito que nós já possamos dar início a esse novo tipo de policiamento até o final do mês."

Fonte: Estadão Conteúdo