Educação

USP perde posto de melhor universidade da América Latina

Pontifícia Universidade Católica do Chile passa instuição paulista em ranking elaborado por consultoria britânica

Por: Redação VEJASÃO PAULO.COM - Atualizado em

ECA USP
Prédio da ECA (Escola de Comunicações e Artes), na cidade universitária (Foto: Divulgação)

A USP não é mais a melhor universidade da América Latina. A instituição de São Paulo perdeu o primeiro lugar no ranking internacional da consultoria britânica QS para a Pontifícia Universidade Católica do Chile.

+ Professores, alunos e funcionários da USP entram em greve

A lista é preparada desde 2011 e esta é a primeira vez que a USP não figura no topo. Publicado anualmente, o ranking da QS elenca as melhores instituições de ensino da América Latina e do mundo.

Atrás da USP aparece a Unicamp, na terceira posição. A Unesp, outra universidade estadual de São Paulo, está no nono lugar.

+ "Convivência não é caso de polícia", diz nova chefe de segurança da USP

Para dar nota para as instituições, a QS usa critérios como reputação da universidade, reputação dos graduados no mercado de trabalho, número de alunos por professor, publicações por professor, citações por professor, proporção de docentes com PhD e presença digital.

A USP enfrenta hoje uma grave crise financeira e decidiu suspender o reajuste salarial de seus funcionários. A Reitoria afirma que 104% de seu orçamento são destinados para o pagamento da folha salarial. Docentes, servidores e alunos estão em greve desde a manhã de hoje. Os profissionais requerem reajuste de 9,78% (3% de defasagens acumuladas mais inflação dos últimos 12 meses).

Fonte: VEJA SÃO PAULO