Restaurantes

Uma única receita é a atração de nova casa de Olivier Anquier

Receita de contra-filé com fritas mais salada verde e pão crocante é a única opção no Le’Entrecôte de Ma Tante”

Por: Por Arnaldo Lourençato - Atualizado em

O modelo foi importado de Paris, onde funcionam os restaurantes Le Relais de l’Entrecôte e Le Relais de Venise. Como essas casas, o novo L’Entrecôte de Ma Tante, aberto pelo francês Olivier Anquier e quatro sócios, oferece apenas um prato: o apetitoso contrafilé coberto por molho. De acordo com Anquier, a receita untuosa e esverdeada usada para regar o bife, na qual se percebe a presença de ervas, foi criada por uma tia e mantém-se em segredo. Daí, a escolha do nome “o contrafilé de minha tia”. Para guarnecer a carne, garçons atenciosos levam à mesa fritas sequinhas, repostas constantemente. A pedida custa R$ 37,00 e inclui pães frescos preparados pelo chef-padeiro mais salada verde salpicada de nozes ao molho de mostarda servida de entrada.

Capítulo especial, as caprichadas sobremesas têm de atração uma densa musse de chocolate meio amargo (R$ 11,20). Também cai bem a torta de maçã escoltada por sorvete de creme (R$ 12,50). Há ainda uma seleção de queijos nacionais gruyère, brie, gorgonzola e grana padano acompanhada de pães por R$ 18,00. A carta de vinhos, limitada a 21 rótulos, reúne algumas opções simples e a bom preço, caso do tinto francês Côtes du Rhône Abel Pinchard 2007 (R$ 47,50).

Fonte: VEJA SÃO PAULO