Fim de festa

Conheça os destaques da reta final do Festival Indie

Ainda dá tempo de conferir filmes das retrospectivas do evento e da mostra, que traz produções recentes de diretores poucos conhecidos no Brasil

Por: Tiago Faria - Atualizado em

Vale dos Santos
'Vale dos Santos': vencedor do Prêmio de Público no Festival de Sundance (Foto: Divulgação)

Com uma programação de 60 filmes, exibidos em sessões grátis no CineSesc e no Cine Olido, o Festival Indie antecipou o clima de cinefilia que marca a temporada da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que começa no dia 19. O ciclo chega ao fim nesta quinta (4) com seis sessões que, apesar de não incluir os títulos mais aguardados pelo público, funcionam como um resumo da seleção deste ano, que contou com retrospectivas dos diretores Charles Burnett, Kazuyoshi Kumakiri e Aleksey Balabanov. Clique aqui para ver a programação completa.

A seguir, confira as melhores opções no encerramento do Indie:

Buraco no Céu
A história de amor 'Buraco no Céu' integra a retrospectiva do japonês Kazuyoshi Kumakiri (Foto: Divulgação)

Buraco no Céu

Uma das mostras mais curiosas do Indie 2012 reúne filmes do diretor japonês Kazuyoshi Kumakiri, ainda pouco conhecido no país. Com um estilo inclassificável, que agrega elementos  horror e melodrama, o cineasta narra a história de amor entre um homem solitário de 35 anos e uma cliente do restaurante em que ele trabalha. Cine Olido, 15h.

Irmão
'Irmão', de Aleksey Balabanov: olhar pessimista para a Rússia de hoje (Foto: Divulgação)

Irmão

A retrospectiva do cineasta russo Aleksey Balabanov é bem representada por este drama de 1997 sobre um ex-combatente de guerra que tenta retomar o cotidiano. Narrado no ritmo tenso de um thriller, o longa revisita um tema caro na onda do diretor: a degeneração da sociedade russa. Cine Olido, 17h30.

Vale dos Santos

Vencedor do Prêmio de Público na edição deste ano do Festival de Sundance, o drama de Musa Syeed retrata o dia a dia em uma extensa comunidade aquática da Caxemira, na Índia. Um jovem barqueiro planeja abandonar a cidade para buscar uma vida melhor. Mas é impedido quando o governo decreta um toque de recolher que deve ser cumprido no período de uma semana. CineSesc, 19h.

Deixe a Luz Acesa
O drama 'Deixe a Luz Acesa': retrato íntimo de uma relação entre dois homens (Foto: Divulgação)

Deixe a Luz Acesa

No Festival de Berlim deste ano, o drama do americano Ira Sachs venceu o Prêmio Teddy, entregue ao melhor filme gay da edição. Na trama, o caso de amor entre dois homens em Nova York é narrado do ponto de vista de apenas um dos personagens, um diretor de documentários. Cine Olido, 19h30.

Fonte: VEJA SÃO PAULO