Turismo

Ilhas perfeitas para comer, beber, amar e descansar na Grécia

Uma ilha para cada ocasião. Viva diferentes experiências no mediterrâneo

Por: Adriana Setti - Atualizado em

A Volta ao Mundo - Especial Boas Compras - Grécia - Mykonos
Mykonos, na Grécia: o paraíso dos festeiros (Foto: Divulgação)

Paraísos perfeitos na Grécia para...

... comer: Creta

Enquanto o resto do mundo tende a associar boa mesa com países como a Espanha, a França ou o Japão, os gregos cultivam um amor fervoroso por suas receitas, suas tradições culinárias e produtos do seu quintal. Pergunte a um grego: qual o melhor vinho do mundo? Ela nem pestanejará ao dizer que é o nacional. E será assim com o mel, o queijo, a berinjela, o pão, a azeitona, o pepino... Tamanha paixão tem razão de ser. Comer, na Grécia, é uma experiência tão intensa e prazerosa quanto mergulhar no azul desvairado do Mar Egeu, especialmente nos pontos do país onde a paixão gastronômica se revela de forma exacerbada. Creta é um desses lugares. E, uma vez nesta ilha-universo, que requer tempo para ser explorada, a cidadezinha de Chaniá é a vitrine do melhor que o berço da civilização minoica tem a oferecer.

Enfeitado com vasos de flores e frondosas trepadeiras, o centro antigo desta charmosíssima cidade esconde alguns dos melhores restaurantes da ilha em seus becos e vielas. Comandado por um egípcio criado em Creta, o sofisticado Kalnterimi (Theotokopoulou 53, +30-28213/01858) serve delícias como flor de abobrinha recheada e clássicos cretenses como dakos, uma torrada dura e crocante com tomate e queijo de cabra local. Na taverna Tamam, que funcionou um banho turco na época do Império Turco-Otomano, é possível experimentar os famosos pasteizinhos de queijo cobertos de mel (o mel produzido na ilha é excepcional). No To Xani (Parodos Kondilaki), as mesas ao ar livre em um beco florido são animadas por música grega ao vivo, enquanto os clientes comem bons pratos à base de peixe.

 

+ 400 presentes de Natal inspirados em viagens dos sonhos

+ Confira o mapa da volta ao mundo

+ As Boas Compras: Grécia

 

... beber: Mykonos

A noite de Mykonos não termina quando o dia começa. Na ilha mais hedonista da Grécia, só para quem quer. Com o sol a pino, o Tropicana pega fogo na praia de Paradise, enquanto o público gay ferve na praia vizinha, Super Paradise. No fim da tarde, todos se encontram no centro da cidadezinha de Chora, capital da ilha. O pôr-do-sol junto aos moinhos no estonteante bairro de Alefkandra, conhecido como “Pequena Veneza” por suas palafitas sobre o mar, é um mero coadjuvante para o flerte. Quando o vai e vem começa a escassear, é hora de se mandar para a Cavo Paradiso, a balada mais potente da ilha, que invade sem pudor as primeiras horas da manhã.

... amar: Santorini

Os casais de noivos chineses, vestidos a caráter e na companhia de uma comitiva de fotógrafos e maquiadores, são a mais nova parte integrante da paisagem de uma ilha que, afinal de contas, é sinônimo de romance. Um penhasco negro desaba sobre o azul infinito do Mar Egeu. Casinhas brancas de portas coloridas escorrem pela encosta, permeadas por igrejinhas de cúpulas azuis e moinhos. No fim do dia, o pôr do sol mais poético do planeta deixa tudo isso em tons de dourado e arranca aplausos da multidão. Num cenário assim, explosões de paixão são a consequência natural.

Santorini está na rota de várias linhas de cruzeiros. Por essas e outras, nunca se ouviu tanto português nas ruas de seus povoados. Os turistas chegam a congestionar as ruas de Oia, a cidadezinha mais bela de todo o arquipélago das Cíclades . Mas nada, nada mesmo, é capaz de roubar a beleza do lugar. Especialmente para quem está em um belo hotel com piscina de borda infinita, como o Perivolas Suites ou o Canaves Oia, feitos sob medida para uma lua de mel impecável.

... descansar: Milos

Você provavelmente já ouviu este nome. A mítica Vênus exposta no Museu do Louvre, em Paris, foi encontrada nesta ilha. O que pouca gente sabe é que, apesar da famosa embaixatriz, a ilha ainda faz parte da rota alternativa das ilhas gregas e que grande parte de seu território é totalmente selvagem. A riqueza de minerais em vários tons faz com que cada praia de Milos seja um mundo à parte. Paleochori, por exemplo, é rodeada por falésias amarelas, verdes e vermelhas. Tsigrado, de areias brancas, está espremida entre altíssimos paredões. Sarakiniko, por sua vez, mal parece deste planeta, com sua paisagem insólita de formações brancas arredondadas que emergem do mar.  Acessível somente de barco (os passeios saem do porto de Adamas, principal cidade da ilha), o Kleftico é um conjunto de enormes pedaços de rochas formadas por cinzas vulcânicas que emergem do mar.

... velejar: Paros

Quando o Meltemi (vento norte) sopra com força, as espreguiçadeiras se enchem de areia, os portos ameaçam fechar e as temperaturas baixam, para desgosto dos veranistas.  Então, de prancha em punho, os praticantes de windsurfe e kitesurfe colorem o mar de Paros, a capital da vela das ilhas gregas. Golden Beach e Pounda são as praias favoritas dos velejadores. Ali, quem não viaja com equipamento pode alugar um nos clubes de vela como o SunWind, que também dá classes para os iniciantes. Parou o vento? Então aproveite para conhecer a bela praia de Monastiri e também a charmosa vila de Naoussa, que concentra o melhor da vida noturna.

Fonte: VEJA SÃO PAULO