Eleições

Página na internet reúne 'selfies' de eleitores nas urnas

Ato é crime e pode render até dois anos de prisão; Tumblr já possui mais de dez imagens, confira as melhores 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Em tempo de redes sociais, é normal que os usuários online registrem todo e qualquer passo em selfies, fotografias, gifs e imagens variadas: inclusive, o seu voto neste domingo (5), dia do primeiro turno das eleições para presidente, governador, senador e deputados. 

 

O único problema é que é proibido por lei que o eleitor porte qualquer câmera, máquina fotográfica, celular, filmadora ou outro tipo de eletrônico que prejudique o sigilo do voto. O crime, inclusive, pode render até dois anos de cadeia. 

Em entrevista coletiva na manhã deste domingo (5), o ministro e presidente do TSE Dias Toffoli falou sobre o assunto: "Quando se fala de 'selfie', é a vaidade humana que está em jogo. O eleitor quer mostrar em quem votou por vaidade. Mas o mais importante não é evitar a 'selfie', e sim evitar o voto comprado". Ele ainda aconselhou os usuários a não registrarem o momento da urna, mas disse que é impossível controlar todas as zonas eleitorais.

 

Na internet, um site já reúne as selfies espalhadas pelas redes sociais: o Tumblr #SelfieNaUrna já possuí mais de dez entradas e seleciona as melhores fotografias compartilhadas pelos eleitores nas redes sociais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO