Cidade

Trinta coisas que só quem anda de ônibus vai entender

Descer no ponto errado, perder o ônibus, disputar um lugar. Essas são algumas das peripécias que só quem anda de ônibus entende

Por: Gabriela Boccaccio - Atualizado em

Faixa de ônibus
Faixa de ônibus na Avenida Paulista: sentimento de satisfação (Foto: Lucas Lima)

Andar de ônibus faz parte da rotina de muitos paulistanos. Quem nunca acordou cedo pra pegar o ônibus e quando chegou no ponto ele estava indo embora? Você já conta com o trajeto no transporte público para dormir. Andar de ônibus tem seus pequenos prazeres e desprazeres. 

+ Estudantes lançam livro com histórias ouvidas em ônibus

Confira abaixo uma lista com trinta coisas que só quem anda de ônibus vai entender: 

1) A dor de estar chegando no ponto e ver seu ônibus indo embora. 

2) Tentar correr atrás dele, em vão (e todo mundo ficar te olhando).

ônibus
(Foto: Reprodução)

3) Você sabe que o próximo vai demorar para passar. 

4) Já reconhece seu ônibus de longe. 

Ônibus
Quem nunca gritou "Vai desceeeer"? (Foto: Divulgação)

5) E decorou todas as linhas que passam no seu ponto. 

6) Faz a conta de quantas vezes você poderia ter enchido seu bilhete único quando anda de táxi. 

Táxi - mistérios da cidade
Táxi: a corrida contra o taxímetro (Foto: Icaro Lima Verde/ Estadão Conteúdo )

7) O 669A-10 é a linha mais cheia e não importa a hora do dia. 

+ Prefeito sanciona lei que permite transporte de animais domésticos em ônibus

8) Domina a arte de dormir e acordar no ponto certo para descer (essa técnica pode ser adquirida depois de alguns anos de prática).

ônibus
Dormir no ônibus: uma arte (Foto: Reprodução)

9) Ou acordar no susto e não saber onde você está. 

10) O ônibus lota e você tem que empurrar todo mundo para conseguir sair. 

Ônibus - piores linhas - São Mateus
Linhas cheias: um pesadelo (Foto: Fernando Moraes)

11) Você fica irritado quando o ônibus está vazio e a pessoa insiste em ficar na porta.

12) A satisfação de passar o bilhete único e ver que seu saldo dura até o final do mês. 

Ana Rosa Metrô Bilhete Único 2237
Drama de quem anda de ônibus: quando você esquece de carregar o Bilhete Único (Foto: Fernando Moraes)

13) Ler "Sem saldo" e não ter dinheiro. 

14) Ter que acordar o cobrador para ele te dar o troco e liberar a catraca. 

Dinheiro
Moedas: para quem conta sempre com o troco quando acaba o saldo do bilhete (Foto: Latinstock)

15) Não conseguir se segurar quando o condutor vai muito rápido. 

+ Mapa curioso de São Paulo reúne 1300 peças históricas

16) O motorista passa reto quando você dá o sinal e a única coisa que você pode fazer é querer morrer de raiva. 

Ônibus - piores linhas - Jardim Ângela
Fila longa: quem merece?! (Foto: Fernando Moraes)

17) Ou ele simplesmente ignora o aviso de parada solicitada e você ter que gritar "VAI DESCER". 

18) Não conseguir dormir porque sua cabeça fica batendo no vidro. 

ônibus
Sucesso: conseguir um lugar na janelinha (Foto: Reprodução)

19) Quando te acordam para pegar o lugar do seu lado. 

20) Entrar no ônibus vazio depois de um dia difícil está na lista de melhores sensações do mundo. 

21) Estar na faixa, ver todos os carros presos no trânsito e ter um breve momento de triunfo. 

Faixa exclusiva na Avenida Tiradentes
Ver os carros parados e se sentir bem: um luxo de quem anda de onibûs (Foto: Luis Guarnieri/Estadão Conteúdo)

22) A apreensão de pegar uma linha nova e não saber quando descer.

23) Mas tudo bem, os cobradores costumam passar essas informações. 

Cobrador de ônibus Francisco Carlos Nascimento
Cobrador: o melhor amigo para não errar o ponto (Foto: Fernando Moraes)

24) O ônibus vira uma sauna quando chove e fecham todas as janelas.

25) Ou a luta por um pouco de vento no verão. As cadeiras altas são as mais desejadas.

Ônibus - piores linhas - Jardim Marília
No ponto: todos as linhas passam antes da sua (Foto: Fernando Moraes)

26) Quando a pessoa do seu lado parece que vai dormir no seu ombro (e você tenta se afastar aos poucos).

27) A felicidade quando alguém oferece para segurar sua bolsa ou mochila.

Ônibus M'Boi Mirim - capa 2203
Torcendo por um lugar vago: seguuura (Foto: Fernando Moraes)

28) Você sabe quando a pessoa está prestes a levantar e já se posiciona para pegar o lugar.

29) Mas sempre tem aquela troca de olhares para ver quem vai conseguir sentar primeiro. 

30) A maior sensação de impotência: perder o ônibus porque o sinal para pedestre estava fechado.

Fonte: VEJA SÃO PAULO