Política

Tribunal de Justiça absolve Marta Suplicy de improbidade

De acordo com ação do Ministério Público Estadual, ela contratou uma ONG sem licitação quando era prefeita

Por: Estadão Conteúdo

Marta Suplicy
Marta Suplicy deixou o PT recentemente (Foto: Divulgação)

A 2ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo absolveu a ex-prefeita de São Paulo e senadora Marta Suplicy (sem partido) da acusação de improbidade administrativa.

+ Juri absolve vigia que matou empresário em padaria de Higienópolis

De acordo com a ação do Ministério Público Estadual, ela contratou a ONG Grupo de Trabalho e Pesquisa em Orientação Sexual (GTPOS) em 2002, sem licitação, para desenvolver ações sobre planejamento familiar, métodos contraceptivos e sexualidade nas regiões de Cidade Ademar e Cidade Tiradentes, na Zona Sul e na Zona Leste.

+ USP vai congelar 20% dos gastos

Também eram rés no processo a supervisora da Secretaria de Educação na época dos fatos, Maria Aparecida Perez, e a própria ONG.

+ Confira as últimas notícias da cidade

O relator do recurso, desembargador Carlos Violante, esclareceu que a contratação "atendeu aos requisitos legais para dispensa de licitação, não havendo ilegalidade". Os desembargadores Vera Lucia Angrisani e Renato Delbianco também participaram da turma julgadora e acompanharam o voto do relator.

Fonte: Estadão Conteúdo