Cinema

Três filmes com complicadas relações amorosas

Entre as opções de amantes sofredores, o delicado À Procura do Amor e o sul-coreano A Filha de Ninguém

Por: Miguel Barbieri

A Filha de Ninguém
Neste drama sul-coreano, uma universitária teve um relacionamento com seu professor - na época, casado.  (Foto: Divulgação)

Não é difícil encontrar filmes que contenham relacionamentos amorosos com muitos, muitos problemas em cartaz na cidade. Separamos três desses longas para vocês escolherem, com a menor dose de drama possível. Confira:

A Filha de Ninguém

No drama sul-coreano, uma universitária teve um relacionamento com seu professor casado. Tempos depois, eles voltam a se encontrar. Uma novidade, porém, é a pedra no caminho dos amantes: ele vai ser pai.Cartaz do Bourbon 10.

Além da Fronteira
Um advogado judeu e um estudante palestino se apaixonam em Além da Fronteira: o longa acompanha a luta do casal para resistir à intolerância religiosa.  (Foto: Divulgação)

Além da Fronteira

Um caso de amor improvável em tintas polêmicas.Trata-se aqui da comovente paixão entre um advogado judeu e um estudante palestino, que lutam para que o romance resista à intolerância religiosa. O flme continuano Frei Caneca 6.

À Procura do Amor
No último longa de James Ganfolfni, ele interpreta o novo interesse amoroso de Eva (Julia Louis-Dreyfus). No entanto, ela é a massagista de sua ex-esposa.  (Foto: Divulgação)

À Procura do Amor

Massagista divorciada, Eva (Julia Lo uis-Dreyfus) pensa ter encontrado um novo companheiro (James Gandolfni). Até que chegam aos seus ouvidos relatos pouco favoráveis a respeito do namorado. A comédia romântica segue no Reserva Cultural 4.

  • Hong Sang-soo, sul-coreano de 52 anos, é o diretor de Hahaha e A Visitante Francesa, ambos já exibidos na cidade. Seu cinema consiste em detalhes e é realizado com uma câmera em geral estática, longos planos e histórias curiosas. Embora haja um progresso estético em A Filha de Ninguém, o roteiro fica aquém do de trabalhos anteriores. O foco recai sobre a jovem estudante Hae-Won (Jung Eun-Chae). Na primeira parte da trama, ela tem uma conversa com a mãe, que vai se mudar para o Canadá. Parece a filha perfeita. Em seguida, a moça reencontra seu professor (papel de Lee Sun-Kyun), casado e prestes a ser pai. Revela-se, assim, outra pessoa. Em uma das melhores sequências, o casal de amantes depara com outros alunos num bar. Sang-soo extrai daí diálogos desconcertantes. Estreou em 13/12/2013.
    Saiba mais
  • Conflitos em Israel já viraram até lugar-comum no cinema. Mas há sempre uma luz no fim do túnel quando alguém se propõe a abordar um assunto praticamente esgotado sob uma nova visão. É o que faz o diretor Michael Mayer em Além da Fronteira. O realizador traz uma história de amor pulsante entre dois rapazes. Detalhe: Nimr Mashrawi (Nicholas Jacob) vive num vilarejo palestino e o judeu Roy Schaefer trabalha como advogado em Tel-Aviv. Eles se conhecem numa boate e, dias depois, se reencontram. Nimr consegue uma bolsa para estudar numa universidade e, assim, fica longe de sua família alguns dias da semana. Aproveita a folga para ver o namorado. Conforme a trama avança, surgem os problemas — e de ambos os lados. Se a mãe muçulmana rechaça o filho gay, a polícia judia mostra-se truculenta com os adversários árabes. Trata-se, enfim, de um painel realista e humano sob a bandeira da diversidade sexual. Estreou em 13/12/2013.
    Saiba mais
  • Massagista em Los Angeles, Eva (Julia Louis-Dreyfus) vai de casa em casa diariamente para prestar seus serviços. Essa cinquentona divorciada e mãe de uma adolescente ainda quer encontrar uma cara-metade. É quando, numa festa, conhece Albert (James Gandolfini). Dias depois, eles jantam juntos e rola uma química, sobretudo por uma afinidade no humor. Albert trabalha num arquivo de seriados de TV e, grandalhão, barrigudo e careca, não se assemelha a um príncipe encantado. O romance segue em frente até Eva descobrir algo comprometedor a respeito do namorado. Diretora e roteirista, Nicole Holofcener já havia acertado em seus dois longas-metragens anteriores: Amigas com Dinheiro e Sentimento de Culpa. E esta comédia romântica leva certa vantagem. Além de situações e diálogos críveis, a graciosa história tem a maturidade dos personagens combinada às incertezas das paixões adolescentes. Estreou em 6/12/2013. Despedida: o filme traz uma das últimas atuações no cinema de Gandolfini (1961-2013), conhecido pelo papel no seriado Família Soprano.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO