exposições

Três mostras com trabalhos em videoarte

Regina Silveira, Cao Guimarães e a coletiva Estranhamente Familiar/Unheimlich exploram o gênero de diferentes maneiras

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Ver é uma Fábula, de Cao Guimarães, reúne 20 vídeos em telas gigantes do cineasta, fotógrafo e videoartista mineiro Cao Guimarães, no Itaú Cultural. Preste atenção no curioso vídeo O Inquilino, em que ele acompanha uma bolha de sabão por uma casa em reforma/abandonada.

O Inquilino_2010_ Cao Guimaraes
'O Inquilino': uma bolha de sabão percorre uma casa em reforma/abandonada em vídeo de Cao Guimarães (Foto: Divulgação)

Já na mostra individual de Regina Silveira, Offscale, na Luciana Brito Galeria, há a animação digital Una Vez Más, de 2012: uma mão, com um dedo médio levantado, gira na tela, enquanto se ouve um barulho de engrenagem enferrujada.

Regina Silveira
'Una Vez Más', 2012: Regina Silveira provoca através de gestos e significados (Foto: Divulgação)

Na coletiva Estranhamente Familiar/Unheimlich, Alice Miceli exibe a videoprojeção Flautista, de 2013. Ela partiu do conto de fadas O Flautista de Hamelin, recriado de uma história popular pelos irmãos Grimm, para criar a obra. A história do flautista que encanta crianças e desaparece com elas foi trabalhada com uma única imagem, que ganha contornos mais ou menos intensos de acordo com o andamento de uma música tocada.

Estranhamente Familiar - Unheimlich - Arte Atual - Tomie Ohtake
A videoprojeção de Alice Miceli, 'Flautista', 2013 (Foto: Divulgação)

+ Entenda o tema freudiano Estranhamente Familiar/Unheimlich

Confira mais detalhes abaixo:

  • Arte / Exposições

    Entenda o tema 'Estranhamente Familiar' de mostra no Tomie Ohtake

    Atualizado em: 18.Jun.2013

    O curador Paulo Miyada escolheu termo estudado por Freud para reunir jovens artistas da arte contemporânea
    Saiba mais
  • Ver É uma Fábula é uma ampla retrospec tiva da carreira do cineasta, fotógrafo e videoartista mineiro. Sob curadoria de Moacir dos Anjos, a mostra reúne vinte vídeos — quatro deles feitos em parceria com Rivane Neuenschwander. Não deixe de ver a divertida série Gambiarras. De 28/03/2013 a 01/06/2013.
    Saiba mais
  • Trabalhos novos e antigos em diversas dimensões, a maioria sobre o movimento das mãos, são apresentados em Offscale. O nanquim de A Arte de Desenhar (1982) demonstra ironia com o ensino da arte, enquanto no recente mármore Classic e na animação digital Una Vez Más o dedo médio está levantado. Preço das obras: R$ 12.000,00 a R$ 150.000,00. De 02/04/2013 a 25/05/2013.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO