Internacional

Três bombeiros que trabalharam no 11 de Setembro morrem no mesmo dia

Os oficiais aposentados faleceram de câncer treze anos após os ataques em Nova York, nos Estados Unidos

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Após treze anos da queda das torres gêmeas em Nova York, três bombeiros aposentados que trabalharam no resgate das vítimas dos ataques de 11 de Setembro de 2001 morreram de câncer na última segunda-feira (22). De acordo com o jornal Daily News, a doença se desenvolveu por causa do trabalho.

Howard Bischoff, Robert Leaver e Daniel Heglund morreram com poucas horas de diferença. Os dois primeiros cresceram no Brooklyn e eram grandes amigos. Os três estão entre os 92 bombeiros que faleceram com doenças relacionadas com o resgate.

+ Antes de morrer, Robin Williams mandou mensagem para mulher com câncer

Ainda de acordo com o Daily News, eles estavam entre as 30 000 pessoas diagnosticadas nos Estados Unidos com problemas relacionados com a aspiração de fumaça e poeira no resgate das vítimas.

“As mortes são uma lembrança dolorosa”, disse para o jornal o comissário dos bombeiros Daniel Nigro. “Continuamos a pagar um preço terrível."

+ Confira as últimas notícias

Fonte: VEJA SÃO PAULO