Memória

Trem das Onze foi eleita a mais paulistana de todas as canções

A música foi composta por Adoniran Barbosa

Por: Mauricio Xavier (com reportagem de Alessandra Freitas) - Atualizado em

adoniran barbosa
O sambista nos anos 70: viagens ao trabalho inspiraram a canção (Foto: Pedro Martinelli)

O pacato bairro da Zona Norte nunca mais seria o mesmo depois dos versos “Moro em Jaçanã...”. Eleita a música que melhor representa a cidade em uma enquete realizada neste mês no site de VEJA SÃO PAULO, Trem das Onze foi criada em setembro de 1964 por Adoniran Barbosa (1910-1982).

+ Adoniran Barbosa é homenageado em biografia ilustrada

Ao contrário do que diz a letra, o sambista não morava realmente na região, mas inspirou-se para criar as estrofes durante as jornadas de trem até a Companhia Cinematográfica Maristela, onde trabalhava como ator.

trem de santana
A composição da Cantareira: exinta em 1965 (Foto: Divulgação)

+ Saudosa Maloca reflete uma cidade de migrantes

O ramal de 21 quilômetros ligava a Cantareira a Guarulhos e existiu entre1894 e 1965. Popularizada pela célebre versão do grupo Demônios da Garoa, gravada pouco após seu lançamento, a canção incorporou-se a outros sucessos da carreira de Adoniran, como Saudosa Maloca (1951), Samba do Arnesto (1953) e Tiro ao Álvaro (1960).

Fonte: VEJA SÃO PAULO