Fitness

Treino de HIIT faz sucesso na capital ao acelerar a perda de peso

Método de exercícios com alta intensidade está bombando nas academias

Por: Gabriel Bentley - Atualizado em

HIIT Suleima e Cláudia Bodytech
A aluna Suleima, com o professor Claudio Sanches,na Bodytech: três meses na aula Express (Foto: Rodrigo Dionísio)

Menos tempo de suor e gasto calórico elevado. Esse é o pacote que vem seduzindo alunos de academias da capital. Com o nome de High‑Intensity Interval Training, e mais conhecida pela sigla HIIT, trata‑se de uma técnica bem similar ao que era chamado antigamente de treino de “tiro”. Ou seja, combina exercícios de alta intensidade (corrida em esteira, bicicleta ergométrica, saltos sobre caixas de madeira e movimentos usando o peso do próprio corpo, entre outros), realizados em sessões intervaladas de até cinco minutos, com períodos de repouso.

Um de seus principais trunfos é a promessa de redução mais rápida de peso. Em meia hora de atividade, são gastas aproximadamente 400 calorias. Para efeito de comparação, uma sessão de musculação moderada queima a metade disso no mesmo tempo. Pesquisas apontam melhora de até 50% no condicionamento físico do praticante nos dois primeiros meses de suor. O segredo do método é causar o chamado “stress metabólico”, espécie de desequilíbrio nas funções musculares.

+ Avenida Paulista: o novo paraíso dos camelôs

O esforço do corpo para fazer esses índices voltarem ao normal exige mais gasto de energia e, como consequência, provoca maior perda de gordura. Os médicos garantem que a prática não traz riscos à saúde, desde que realizada com acompanhamento de especialista. “Ela tira a pessoa da zona de conforto”, resume o consultor técnico da Bio Ritmo, Luiz Carnevali. Outra vantagem é que é necessário menos tempo para cumprir o programa diário. “O aluno é capaz de realizar uma sessão completa em trinta minutos”, diz o diretor da academia Bodytech, Eduardo Netto.

A popularização recente, principalmente a partir da metade do ano passado, levou o HIIT ao topo da lista de “modalidades que vão bombar em 2016”, organizada anualmente pela American College of Sports Medicine, uma das mais respeitadas entidades de esporte e saúde dos Estados Unidos. Em São Paulo, uma das primeiras a oferecer a atividade foi a Bio Ritmo. No início deste ano, a Bodytech engrossou a tendência. Somente a unidade do Shopping Eldorado atende cerca de sessenta pupilos por dia.

+ Solidariedade no cabine: campanha Moocalor estimula a doação espontânea de roupas

Cada um recebe uma planilha e a executa em seu ritmo.“Trata‑se de um treino mais dinâmico e lúdico”, afirma o professor Claudio Sanches. Há dois meses, o negócio ampliou‑se ao chegar às academias Smart Fit,  marca com mais de cinquenta unidades na cidade. Hoje, um em cada quatro alunos da rede está matriculado na modalidade. “É uma sessão bem intensa, não tem moleza”, afirma a administradora de empresas Suleima El Kadri Viscardi, frequentadora há três meses da Bodytech. “Além disso, há a vantagem de não precisar ficar revezando o aparelho”, completa.

Suleima HIIT por Rodrigo Dionísio
Exercícios com o peso do próprio corpo (Foto: Rodrigo Dionísio)

Bio Ritmo. Avenida Paulista, 2073, Bela Vista, tel. 3145-6555, www.bioritmo.com.br. A partir de 209 reais.

Bodytech. Avenida Rebouças, 3970, Pinheiros, tel. 2197-7333, www.bodytech.com.br. A partir de 775 reais (unidade Shopping Eldorado).

› Smart Fit. Avenida Paulista, 735, Bela Vista, www.smartfit.com.br. A partir de 49,90 reais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO