Restaurantes

Tre Bicchieri: casa de ex-funcionários do Fasano é sucesso de público

Especializado em pratos da culinária italiana, restaurante se destaca também pela boa carta de vinhos

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Tre Bicchieri 1
Salão concorrido: a espera pode ultrapassar uma hora e meia no jantar (Foto: Fernando Moraes)

Desde sua abertura, no início do mês passado, o Tre Bicchieri tornou-se um arrasa-quarteirão. Lota todos os dias, em especial no jantar, quando a espera por uma das dezessete mesas pode ultrapassar uma hora e meia. O novo restaurante, instalado no mesmo ponto do malfadado Magistrale, pertence a um trio de ex-funcionários do grupo Fasano — Cid Simão (ex-gerente do Nonno Ruggero), o sommelier Marcos Freitas e o chef Rodrigo Queiroz (ambos vindos do Gero), além de dois sócios investidores.

Tre Bicchieri 2
Galinha-d’angola grelhada com legumes: R$ 44,00 (Foto: Fernando Moraes)

No cardápio, dada a origem profissional dos sócios, destacam-se receitas clássicas italianas. Das entradas, o vitello tonnato (R$ 23,00) combina fatias de contrafilé de vitelo, maionese de atum e alcaparra. As massas frescas incluem o delicioso pici. Trata-se de um macarrão enrolado a mão que recebe vôngole, minilula e um toque de pimenta dedo-de-moça ao vinho branco (R$ 46,00). Guarnecido de minilegumes, o peito de galinha-d’angola grelhado (R$ 44,00) chega tenro e sob pele crocante. Não menos atraente, o coelho à caçadora (R$ 51,00) ganha a companhia de polenta cremosa.

O delicado babá ao rum (R$ 17,00) é um pão de ló ao aroma de laranja regado à aguardente cubana. Montada por Marcos Freitas, a carta de vinhos concentra-se em exemplares italianos com preços altos, entre eles o Chianti Vernaiolo Rocca Delle Macie 2008 (R$ 80,00) e o Cirò Riserva Duca Sanfelice 2005 (R$ 140,00).

COMIDA ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO