Cidade

Uso de transporte individual cresce mais que o de coletivos, aponta levantamento

Pesquisa de Mobilidade, que reúne os números do transporte na Grande São Paulo entre 2007 e 2012, foi divulgada nesta segunda (10)

Por: Luan Flávio Freires - Atualizado em

Trânsito na Radial Leste
Trânsito na Radial Leste: Haddad quer tirar veículos da rua (Foto: Mario Rodrigues)

O número de viagens diárias feitas em transportes coletivos cresceu menos que o das viagens feitas por meio de transportes individuais entre 2007 e 2012. Foi essa a conclusão da Pesquisa de Mobilidade, feita pelo Metrô, divulgada nesta segunda-feira (10) pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos.

Aplicativos de viagem para definir o transporte

Em 2007, o número de viagens feitas em ônibus, trens ou outros transportes coletivos diariamente em São Paulo era de 13,9 milhões. No ano passado, as viagens subiram para 16,1 milhões, representando um crescimento de 16%.

O uso de veículos individuais, no entanto, cresceu 21% no mesmo período. Em 2007, eram feitas 11,2 milhões de viagens diárias em carros, motos ou táxis. Já em 2012, o número subiu para 13,5 milhões.

Segundo a secretaria, o aumento do uso de transportes individuais se deve ao crescimento da frota de veículos particulares no mesmo período. Dentro do intervalo da pesquisa, ela cresceu 18% e chegou a 4,2 milhões em 2012, sem contar as frotas corporativas. Realizada entre agosto e dezembro de 2012 e março e abril de 2013, a sondagem não abrange todo o período em que foram implantados novos corredores e faixas exclusivas para ônibus.

“Há uma correlação entre esses dados e as políticas públicas implementadas no período”, disse Jurandir Fernandes, secretário dos Transportes Metropolitanos. “Se as pessoas forem incentivadas a comprar carros, elas irão comprá-los.”

A Pesquisa de Mobilidade realizou entrevistas em 8 115 domicílios. O levantamento é feito a cada cinco anos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO