Trânsito

Trânsito no horário de pico da tarde cai 16,6%, diz CET

Porcentagem considera a média entre as 17h e as 20h da noite entre 2014 e 2015; durante a manhã, entre as 7h e as 10h, a queda foi de 6,6%

Por: Veja São Paulo

transito-23-maio-congestionamento
Em um ano, houve uma queda de 16,6% na média do horário de pico no período da tarde, nos locais monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) (Foto: Levi Bianco/Folhapress)

O trânsito nos horários de pico de São Paulo apresentou melhora de 2014 para 2015, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Em um ano, houve queda de 16,6% na média no período da tarde, entre as 17h e as 20h, nos locais monitorados. Ele passou de 114 quilômetros de congestionamento para 95 quilômetros. Durante a manhã, a queda foi de 6,6%, entre 7 e 10 horas, passando de 75 quilômetros para 70 quilômetros. Segundo especialistas, o motivo seria crise econômica e redução das velocidades em vias na cidade. 

+ Maior evento de esporte outdoor do país acontece em São Paulo

Para Sergio Ejzenberg, engenheiro civil e mestre em Engenharia de Transportes pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), a redução ocorreu devido a crise econômica no país. “Nós estamos vivendo uma crise, uma profunda depressão, e isso afeta todas as atividades comerciais e de serviços. Você tem menos lojas funcionando, viagens, carros e isso reduz o fluxo”, disse. “Isso reduz o número de carros na rua, acidentes e congestionamentos”.

+ Motoristas de ônibus fazem paralisação nesta manhã

Já o Engenheiro Horácio Augusto Figueira, mestre em Transportes pela USP diz que a crise não é o motivo principal, mas a redução de velocidade nas vias expressas da cidade. “Ajuda na fluidez, aumenta a capacidade das pistas”, disse. “Além disso, diminui os índices de acidentes no trânsito”. Ele ainda destaca que a CET monitora apenas algumas vias na cidade, o que não corresponde a um retrato completo sobre o trânsito na capital. 

Outra pesquisa que mostra essa mudança no trânsito em São Paulo foi divulgada em março deste ano pela TomTom Trafic, empresa holandesa especializada em serviços de navegação. Ela apontou que a cidade melhorou 51 posições no ranking de congestionamento. Em comparação a 2013, aparecia em 7° lugar de pior trânsito e, em 2015, ficou na 58ª posição. A pesquisa foi feita em 295 metrópoles, com mais de 800 000 habitantes, em 38 países.

+ Festa termina em confronto entre estudantes e PMs

A metodologia, porém, é diferente. Os dados foram extraídos a partir do tempo gasto pelo condutor de um veículo de transporte individual num trajeto determinado em horários de pico e em horários de pista livre, das 22h às 5h.  No ranking entre metrópoles do Brasil, São Paulo aparece em quinto lugar. Rio de Janeiro em primeiro, Salvador em segundo, Recife em terceiro e Fortaleza em quarto.

+ Confira as últimas notícias

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO