Mistérios da Cidade

Já ouviu falar da Torre de Pisa paulistana?

Estrutura abrigou o Mirante da Luz, inaugurado em 1874

Por: Mauricio Xavier [Com reportagem de Alessandra Freitas]

Mirante da Luz
Torre de Pisa paulistana: construção de 20 metros de altura não suportou o próprio peso e acabou levemente inclinada (Foto: Aurélio Becherini)

Idealizado pelo presidente da então Província de São Paulo, João Teodoro, o Mirante da Luz foi inaugurado em 1874 no jardim homônimo, na região central. Erguida com uma mistura de argila e areia, a construção de 20 metros de altura não suportou o próprio peso e acabou levemente inclinada, em uma versão paulistana da italiana Torre de Pisa. O erro de engenharia tornou o local célebre e lhe rendeu o apelido de Canudo de João Teodoro.

+ A mulher que inspirou a personagem Gina, da caixa de palitos

MIRANTE LUZ
O local, que hoje é sítio arqueológico (Foto: Leo Martins)

O edifício, à época o mais alto da cidade, ganharia um observatório meteorológico em 1886. Dezesseis anos depois, no período de construção da Estação da Luz, o prefeito Antônio Prado pediu a demolição do Canudo, então transformado em ponto de prostituição.

O local permaneceu esquecido por quase 100 anos. Em 1999, durante uma obra no Jardim da Luz, as ruínas da torre foram novamente desenterradas. Hoje, o sítio arqueológico fica exposto aos visitantes do parque. “Uma estrutura de areia protege o local”, afirma o historiador Carlos Dias.

Fonte: VEJA SÃO PAULO