Balada

Tomorrowland: as fantasias mais inusitadas do festival

De xamãs a angels e super-heróis: os figurinos são uma atração à parte no evento realizado em Itu

Por: Juliene Moretti e Bárbara Oberg - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

O Tomorrowland ficou conhecido por montar em seu festival um mundo de fantasia à parte. Além da cenografia, personagens se apresentam no palco antes da entrada dos DJs e interagem com o público fora dele.

+ Saiba como foi o primeiro dia do Tomorrowland

Para isso, uma equipe de quase sessenta pessoas, entre produtores, maquiadores e artistas, corre para colocar os personagens no palco e no parque, coordenados pela equipe de produção da Bélgica, país de origem do festival.

Leticia
A bailarina Letícia Leão: "Nunca fiz uma apresentação para um público tão grande" (Foto: )

Lá de cima do palco, a bailarina Letícia Leão representa um dos "satyr", personagem que brinca com os elementos do espaço, como a cama elástica camuflada. "Nunca fiz uma apresentação para um público tão grande", diz a dançarina, que já mostrou seu trabalho para 50 000 pessoas em Fortaleza.

+ Acampamento no Tomorrowland se transforma em ponto de encontro

"A energia é tão grande que todos os performers que estavam no palco choraram", conta. Raquel Quarterone, que interpreta a Musa antes da apresentação do headliner, confirmou a história. "Não acreditava que as pessoas conseguiam me ver. Além disso, me chamavam pelo nome da  personagem", diz.

Esguicha água
Pee Police: função de esguichar água em quem não anda na linha (Foto: )

Outros personagens também interagem com o público. As Pee Police, por exemplo, esguicham água quando encontram um visitante fazendo algo errado, como jogar lixo no chão ou urinando fora do banheiro. Já as Picnic Girls, com seus lações na cabeça, armam uma toalha e distribuem comidinhas para o público.

Um dos grandes sucessos são as Angels. Vestidas de lingerie e asas, elas passeiam de salto alto pelo parque. "Tem que ser graciosa, até quando rola aquela cantada mais inconveniente", diz Catarina Pinheiro. "Sempre tem um que na hora da foto dá aquele abraço mais forte", conta.

Catarina (de verde)
As Angels: apresentações antes dos DJs (Foto: Veja São Paulo)

Segundo Catarina, durante o festival, ela se troca três vezes, com três fantasias diferentes: chapeleiro maluco, angel e a fury girl. "Tem que ser muito rápido: maquiagem, cabelo e corre para o público", diz.

Fonte: VEJA SÃO PAULO