Juntos

Titãs sobem ao palco para comemorar os 30 anos da banda

Nando Reis, Arnaldo Antunes e Charles Gavin se reúnem com Paulo Miklos, Sérgio Britto e Tony Bellotto em show especial

Por: Tiago Faria - Atualizado em

titas - corte
Sérgio Britto, Tony Bellotto, Paulo Miklos e Branco Mello: de volta ao passado (Foto: Divulgação)

O palco do Espaço das Américas recebe, no sábado (6), um grupo de músicos que não dividiam o mesmo espaço há um bom tempo: Paulo Miklos, Sérgio Britto, Tony Bellotto, Nando Reis, Arnaldo Antunes e Charles Gavin. Ainda em 2011, os Titãs definiram uma espécie de plano para comemorar os seus trinta anos. A programação previa uma exibição especial com o repertório do disco Cabeça Dinossauro (1986), um CD de inéditas e, no clímax da festa, um grande encontro no palco com os ex-integrantes. Nessa agenda, apenas o álbum novo teve de ser adiado. Mas por um motivo digno: a temporada de celebração tem sido tão bem recebida que o grupo decidiu priorizar o passado.

+ Leia a entrevista com o vocalista e baixista Branco Mello

A atmosfera, contudo, não é tão nostálgica quanto parece. “Não tem isso de só olhar no retrovisor. Estamos felizes, compondo e na estrada”, garante o vocalista e baixista Branco Mello, de 50 anos.

No Espaço das Américas, o quarteto formado ainda por Miklos (guitarra), Britto (teclados) e Bellotto (guitarra) recebe, em trechos da apresentação, os antigos companheiros Nando Reis, Arnaldo Antunes e Gavin. Juntos, eles relembram uma das histórias mais bem-sucedidas (e extensas) do rock nacional em hits como Família (interpretado por Nando), O Pulso (na voz de Arnaldo), Flores e Bichos Escrotos.

Sabe-se que o peso sonoro da turnê de Cabeça Dinossauro, iniciada em março no Sesc Belenzinho e vista por milhares de pessoas na Virada Cultural, será amenizado para incluir momentos das diversas fases do conjunto, cuja estreia reuniu cerca de 300 pessoas no Sesc Pompeia, em outubro de 1982. “O público dos Titãs se renova naturalmente. Nossos shows, hoje, são encontros de gerações”, resume Mello.

Veja mais informações sobre o show aqui.

Fonte: VEJA SÃO PAULO