Terraço Paulistano

Festa de lançamento da 'Ti-ti-ti': tira uma foto comigo?

Espalhados pelo Leopolldo Itaim, fãs interrompiam entrevistas para pedir cliques ao lado dos artistas

Por: Alvaro Leme - Atualizado em

Ti-ti-ti - Claudia Raia_2175
Claudia foi alvo número 1 dos tietes (Foto: Mario Rodrigues)

Nada mais furado do que papo de tiete, diz um dos versos da canção de abertura de Ti-ti-ti. Rita Lee e Roberto de Carvalho, que compuseram a música nos anos 80, poderiam ter se inspirado numa turma que marcou a festa de lançamento da novela, no dia 17: os fãs caçadores de fotos com famosos. Espalhados pelo Leopolldo Itaim, interrompiam entrevistas para pedir cliques ao lado dos artistas.

“Ai, tá difícil”, bufou um deles, que queria que Claudia Raia deixasse de conversar com um grupo de dez jornalistas para lhe dar atenção. Quando conseguiu, deixou a atriz sem jeito. “Lembra de mim?”, berrou. Diante da negativa dela, insistiu até ouvir um educado “aaah, sim, me recordo”.

Ti-ti-ti - Sophie Charlotte_2175
Sophie ganhou elogios pelo minivestido (Foto: Mario Rodrigues)

■ Claudia foi eleita a mais simpática da noite. Repetiu dezenas de vezes, sem descer dos saltos (Louboutin), quais eram as grifes de sua saia (Reinaldo Lourenço) e blusa (Lanvin). Linda de minivestido, a gatinha Sophie Charlotte contou sobre as três novelas em que atuou. “Sou pé-quente. Todas tiveram audiência boa.”

Ti-ti-ti - Murilo benício - Guilhermina Guinle_2175
Guilhermina Guinle (com o namorado, Murilo Benício), foi alvo da turma do veneno (Foto: Mario Rodrigues)

Murilo Benício, um dos costureiros da trama, fingiu que tirava as medidas da namorada, Guilhermina Guinle. Como ele usava uma fita métrica, houve quem quase pedisse para medir o busto dela — o decote do vestido dava a impressão de que ela estava com os seios maiores. Segundo sua assessoria de imprensa, Guilhermina não fez implantes de silicone. Convidados mais venenosos compararam o penteado da atriz ao da presidenciável Dilma Rousseff.

Ti-ti-ti - Elizangela_2175
Elizangela mostrou mais do que esperava (Foto: Mario Rodrigues)

■ Também no departamento sutiã, destacou-se Elizangela, a Juliana Paes dos anos 70. Sob a luz dos flashes, o lindo macacão que ela vestia revelou-se mais transparente que o esperado. “Depois de 48 anos de carreira, aprendi mais uma lição”, comentou, rindo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO