DESAFIO

Pão de queijo gigante peca pelo excesso de catupiry

Apesar da casquinha crocante, centro da massa não assou corretamente e base ficou dura

Por: Tatiane Rosset

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

A Panetteria ZN, famosa por criar a supercoxinha e por ser um paraíso para glutões, lançou um novo desafio para o seus clientes: o pão de queijo gigante, uma mistura de massa e catupiry.

A VEJA SÃO PAULO não deixou a oportunidade passar e foi até a padaria experimentar a novidade na manhã desta sexta-feira (6). Às 8 horas, fizemos a reserva de duas opções do petisco, com e sem catupiry. Havíamos marcado para as 9 horas para pegar as encomendas, mas chegamos um pouco atrasados por causa do trânsito, afetado ainda mais pela greve dos metroviários.

+ Confira as últimas notícias do site

Depois de 15 minutos de espera, fomos recebidos pelo gerente com uma notícia decepcionante: nossos pães de queijo tinham queimado e teríamos que esperar mais 40 minutos para, finalmente, provar a versão gigante do salgado. Aceitamos o desafio e lá ficamos, esperando por quase uma hora para experimentar a suposta delícia.

A chegada foi triunfal. Parecendo um bolo, o pão de queijo gigante não deve nada à coxinha de 1 quilo e provavelmente fará sucesso com os comilões da cidade. A casca douradinha era adornada por uma generosa porção do original queijo Catupiry.

+ Confira as últimas matérias postas sobre os restaurantes da cidade

No entanto, ao cortar a primeira fatia do colossal pão de queijo (feito na própria padaria, ao contrário de suas versões menores, compradas prontas), a quantidade de catupiry mostrou-se exagerada. O excesso encobriu o sabor do salgado, feito com queijo fresco.

Apesar da casca crocante e douradinha, polvilhada com queijo parmesão, o pão de queijo não assou de maneira adequada: permaneceu cru no meio, quase como uma gosma. A base também deixou a desejar. Muito dura, não ajudou na hora de cortá-lo.

+ Cliente não paga de comer pão de queijo gigante de 1 quilo

VEJA SÃO PAULO bem que se esforçou, mas não foi possível vencer o desafio de comer quitute em menos de dez minutos. Em cerca de trinta minutos, desistimos e passamos a tarefa para estômagos mais fortes. Restou levar a outra encomenda para casa: mas, ao contrário do nosso pedido, acabamos levando mais um colossal salgado com muito mais Catupiry do que deveria. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO