Passeios

Tesouro debaixo do CCBB

O Centro Cultural Banco do Brasil abriga um cofre no subsolo

Por: Marcela Besson - Atualizado em

Perspectiva do prédio do CCBB, tombado pelo Departamento do Patrimônio Histórico
Perspectiva do prédio do CCBB, tombado pelo Departamento do Patrimônio Histórico (Foto: Waldir PC)

Um cofre, no subsolo de um prédio construído em 1901. Parece até cenário de filme de espionagem. O fato é que o cofre existe mesmo e fica no Centro Cultural Banco do Brasil, no centro da cidade. Neste edifício funcionou, a partir de 1927, a primeira agência do Banco do Brasil na capital paulista. Em 2001, o prédio passou a abrigar o CCBB, espaço dedicado às artes, com exposições, teatro, sessões de cinema e shows. Da reforma feita na época, foram restaurados elementos originais da arquitetura do início do século. O cofre da antiga agência também foi mantido e a construção de cinco andares (mais subsolo e mezanino) foi tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Arqueológico e Turístico de São Paulo (Condephaat) e pelo Departamento do Patrimônio Histórico (DPH). O acesso ao cofre pode ser feito pelas escadas ou pelo elevador pantográfico (aqueles bem antigos, em que é preciso fechar a porta com as mãos). O subsolo tem área útil de 133 metros quadrados, usada para exposições de arte, mais o espaço interno do cofre, que possui 33 metros quadrados e 2,5 metros de altura. A dica é agendar uma visita monitorada ao prédio para conhecer detalhes da construção.

Anote:

CCBB: Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651, Metrô Sé

Fonte: VEJA SÃO PAULO