Polícia

Polícia prende sequestrador do bairro de Perdizes

Assaltante que mantinha seis reféns dentro de um bar desde a manhã deste sábado se entregou aos políciais às 13h

Por: Mariana Zylberkan - Atualizado em

Depois de três horas de negociação com a PM, o assaltante que mantinha cinco refèns dentro de um bar em Perdizes se  entregou aos policiais. As pessoas libertadas passam bem. O caso ocorreu na manhã deste sábado, 30. Tudo começou com uma tentativa de assalto a uma loja da Casas Pernambucanas no bairro.  De acordo com funcionárias do estabelecimento que não quiseram se identificar,  um homem entrou por volta das 9h30 anunciando o assalto. Estava com outros três comparsas. Eles tentaram levar de lá 37 celulares e 1 100 reais dentro de uma sacola. A polícia foi chamada e houve troca de tiros quando a primeira viatura da PM chegou. Segundo moradores, foram feitos cerca de sessenta disparos. Três criminosos fugiram e o quarto entrou no bar Bom Gosto, na Rua Cardoso de Almeida, esquina com a Rua Candido Espinheira, em Perdizes. No estabelecimento, manteve dentro da cozinha cinco pessoas como reféns (três funcionários e dois clientes). "Ele chegou empurrando todo mundo e mandou chamar a imprensa", conta o proprietário Antonio Augusto Bonfim. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi chamado para conduzir as negociações. O assaltante que se rendeu é Tiago Roberto Guedes de Oliveira, de 29 anos. Ele já havia cumprido penas por sequestro e roubo. De acordo com o major Sergio Iron, do Gate, o bandido estava exaltado e exigiu a presença da imprensa para se entregar. Uma equipe da TV Record foi levada até ele com coletes à prova de balas, mas ele não cedeu. A rendição foi feita cerca de uma hora depois. "Garantimos a ele que sua integridade física seria mantida", disse o major. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO