Concertos

Formação londrina é destaque da temporada 2014 do Mozarteum

Sete atrações aportam na Sala São Paulo de maio a novembro do ano que vem, incluindo a cultuada soprano francesa Natalie Dessay e o violinista britânico Daniel Hope

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Vladimir Ashkenazy
O maestro russo Vladimir Ashkenazy: com a Orquestra Philharmonia, de Londres (Foto: Keith Saunders)

O Mozarteum Brasileiro anunciou a programação da sua temporada 2014. Aportam na Sala São Paulo sete atrações entre maio e novembro. Quem dá o pontapé inicial no calendário é o violinista britânico Daniel Hope, que em 2013 esteve na cidade para um recital em prol da Tucca. Desta vez, Hope vem acompanhado pelo grupo L’Arte del Mondo, especializado no período barroco e no classicismo. Cultuada pelos fãs de música lírica pela participação em óperas como La Traviata (Verdi), Ariadne em Naxos (Strauss) e Júlio César no Egito (Händel), a soprano francesa Natalie Dessay se apresenta em agosto ao lado do barítono Laurent Naouri e do pianista Maciej Pikulski.

O principal destaque do Mozarteum em 2014, no entanto, é a vinda da Orquestra Philharmonia, de Londres, em setembro. Fundada em 1945, a formação já foi dirigida por nomes como Herbert von Karajan (antes de o austríaco assumir a Filarmônica de Berlim), Otto Klemperer, Riccardo Muti e Christoph von Dohnányi. Quem conduzirá o grupo na turnê brasileira é o russo Vladimir Ashkenazy, enquanto o pianista mineiro Nelson Freire, que completa 70 anos no ano que vem, faz as vezes de solista.

Estão disponíveis novas assinaturas para interessados, por valores que vão de R$ 650,00 a R$ 1 800,00. Até o dia 6 de dezembro quem já é assinante pode fazer renovações com preços especiais, de R$ 500,00 a R$ 1 500,00, dependendo do setor. A partir de 9/12 o custo sobe para R$ 550,00 a R$ 1 650,00. Mais informações com o Mozarteum Brasileiro, pelo telefone 3815-6377.

Abaixo, todas as atrações da temporada:

6 e 7 de maio

Daniel Hope e L’Arte del Mondo

19 e 20 de maio

Oslo Camerata

Stephan Barratt-Due, violino e direção

Eivind Holtsmark Ringstad, viola

4 e 5 de agosto

Natalie Dessay, soprano

Laurent Naouri, barítono

Maciej Pikulski, piano

15 e 16 de setembro

Orquestra Philharmonia

Vladimir Ashkenazy, regência

Nelson Freire, piano

30 de setembro e 1º de outubro

Orquestra Sinfônica Bruno Walter

Jack Martin Händler, regência

Stefan Stroissnig, piano

25 e 26 de outubro

Solistas de Moscou

Yuri Bashmet, viola e direção

4 e 5 de novembro

Orquestra Sinfônica de Pequim

Tan Lihua, regência

Fonte: VEJA SÃO PAULO