Shows

TelefônicaSonidos promove encontros marcados

Artistas brasileiros e de outros países latinos dividem o palco no festival

Por: Carol Pascoal - Atualizado em

Julieta Venegas
Julieta Venegas: a cantora mexicana é uma das atrações mais aguardadas (Foto: Divulgação)

A segunda edição do festival TelefônicaSonidos, que ocupa o Jockey Club de quarta (24) a sábado (27), chega com a mesma proposta do ano anterior: promover a reunião de artistas latinos, nascidos aqui ou estrangeiros. Para seguir a ideia, a organização procurou juntar nomes com alguma afinidade musical. Distribuídas por dois espaços, as apresentações não ocorrem simultaneamente, como é comum nesse tipo de evento.

+ Grupo Vanguart lança segundo CD neste sábado (20)

+ Eric Clapton toca em outubro no Morumbi

+ Cinco bons espetáculos de dança estreiam até o fim do mês

Considerado alternativo, o palco Jazz Latino traz performances mais intimistas. Na quarta (24), o pianista cubano Chucho Valdés abre a programação ladeado pelo bandolinista Hamilton de Holanda. Também nascido em Cuba, Omar Sosa recebe o instrumentista carioca Jaques Morelenbaum na quinta (25). Convidado da sexta (26), o cantor Alex Cuba sobe ao palco junto da doce Tulipa Ruiz. Intérprete espanhol de flamenco, Pitingo sintoniza o seu gênero com Marina de la Riva no sábado (27).

Marisa Monte
Marisa Monte: representante nacional (Foto: Leo Aversa)

Com uma capacidade maior, o Pop Urban é o palco principal e tem atrações apenas em dois dias. Na sexta (26), a banda venezuelana Los Amigos Invisibles e Seu Jorge iniciam os shows. Em seguida, vem o encontro mais aguardado do festival, entre a cantora-sensação mexicana Julieta Venegas e Marisa Monte — elas já haviam feito uma parceria na canção “Ilusión”. Fecham a noite Carlinhos Brown e o grupo cubano Los Van Van, liderado por Juan Formell. No sábado (27) foi escalado o trio mexicano Camila, que se exibe primeiro sozinho e, depois, ao lado dos sertanejos Victor & Leo. Os mineiros do Jota Quest somam-se à dupla argentina de rap Illya Kuryaki & The Valderramas para encerrar a programação.

Fonte: VEJA SÃO PAULO