Cidade

Técnico em informática, "Pai Henrique do PC" atrai clientela com humor

Em tom de brincadeira, loja promete "exorcismo" e retirada de "mau olhado" de computadores e notebooks

Por: Felipe Neves - Atualizado em

Pai Henrique do PC
O técnico em informática Henrique Tyszler: 47 anos no ramo (Foto: Reprodução / Facebook)

"Pare agora de sofrer!", convoca o pequeno flyer que anuncia o serviço de "Pai Henrique do PC". O panfleto pode enganar os mais desatentos, levando-os a pensar que trata-se de um anúncio oferecendo auxílio espiritual.

A especialidade do serviço, no entanto, está bem mais no campo material. Procuram o "terreiro" do profissional clientes que precisam de solução para seus computadores e que querem livrar suas redes de wi-fi do "olho gordo".

+ Anúncio da Bombril com Ivete Sangalo é acusado de debochar dos homens

As consultas nada espirituais são realizadas nas casas de clientes da Zona Sul. A loja promete exorcizar "PC (computador pessoal) formatado por sobrinho", trazer "Windows de volta em três dias" e retirar "vírus, malware e mau olhado" das máquinas. Quem ainda precisar recuperar "fotos desinibidas" que se perderam pode contar com o auxílio do guru.

"Fiquei um mês bolando essa ideia. A inspiração foram os cartazes desses charlatões que anunciam trazer o amor de volta poucos dias", diz Henrique Tyszler, engenheiro eletrônico de 71 anos que só é pai mesmo de três filhos, como anuncia o currículo no site de sua loja.

O documento atesta para a experiência do técnico: 48 anos no ramo da informática instalando servidores, desenvolvendo softwares e coordenando equipes de TI (tecnologia da informação) em grandes empresas, como IBM. "Nunca trabalhei com orientação espiritual", brinca.

+ Grafiteiro do Campo Limpo produz murais gigantes sobre temas pop

Depois da primeira divulgação do panfleto, em 2013, blogueiros espalharam o anúncio bem-humorado pela internet, aumentando a fama e o faturamento da loja mantida há doze anos na região do Paraíso. "Minha clientela aumentou cerca de 30% depois disso", afirma Tyzsler, que afirma não ter só recebido pedidos para consertar máquinas danificadas. "Já teve gente que chegou na porta perguntando por mim como se eu fosse um pai de santo de verdade", lembra.

Pai Henrique do PC - Flyer
Flyer do técnico em informática (Foto: Divulgação)

De origem judaica, o técnico é descendente de israelitas que fugiram da Europa no período das duas grandes guerras mundiais. Apesar de não se declarar religioso praticante, Tysler evoca o além para dar legitimidade ao seu histórico. São "mais de 6 000 Windows ressuscitados".

O bom retrospecto permite que o serviço seja oferecido com garantia. Pagamento, segundo o anúncio, "só depois do resultado".

Fonte: VEJA SÃO PAULO