Memória Paulistana

Teatro Sérgio Cardoso tenta retomar sucesso com ‘A Ópera do Bixiga’

Um projeto iniciado em fevereiro selecionou vinte atores e 77 técnicos para uma bateria de oficinas

Por: Henrique Skujis - Atualizado em

Teatro Sérgio Cardoso - Raul Cortez
Raul Cortez inaugurou o Teatro Sérgio Cardoso, na Bela Vista, e tornou-se um dos símbolos de resistência ao regime militar (Foto: Nani Gois)

Concluída no leito de morte por Oduvaldo Vianna Filho (1936-1974), a peça Rasga Coração foi censurada e montada pela primeira vez apenas em 1980. Com Raul Cortez (na foto, à esq.), inaugurou o Teatro Sérgio Cardoso, na Bela Vista, e tornou-se um dos símbolos de resistência ao regime militar. Prestes a completar trinta anos, o teatro, um dos mais efervescentes da cidade nos anos 80, tenta retomar os dias de glória. Um projeto iniciado em fevereiro selecionou vinte atores e 77 técnicos para uma bateria de oficinas. O plano é formar um grupo para produzir e atuar no inédito musical A Ópera do Bixiga, previsto para estrear em agosto. Pesquisadores já estão nas ruas para garimpar histórias do bairro.

Fonte: VEJA SÃO PAULO