Memória Paulistana

Teatro Itália será reinaugurado após reforma que começou em 2011

Localizado no subsolo do Circolo Italiano, espaço se tornou célebre por abrigar temporadas importantes nos anos 70

Por: Maurício Xavier

Memória 2
Juca de Oliveira em "Corpo a Corpo", de Antunes Filho, em 1971: peças relevantes (Foto: Paulo Salmão)

Fundado em 1965 na esquina das avenidas São Luís e Ipiranga, o Circolo Italiano, mais conhecido como Edifício Itália, virou um dos cartões postais da capital. No ano em que a construção de 165 metros tombada pelos conselhos de patrimônio histórico o município e do estado completa meio século, uma de suas principais atrações está de cara nova. Localizado no subsolo do prédio, o Teatro Itália será reaberto no dia 16 com coquetel e show da cantora Suzana Bello, após uma reforma que durou quatro anos.

Terraço itália
A construção ,em 1968: o ícone da capital está celebrando cinquenta anos de história (Foto: Folhapress)

A restauração começou em 2011, quando o espaço deixou de ser alugado pela Secretaria de Estado da Cultura para abrigar o Teatro de Dança. As principais obras envolveram conserto de vazamentos, troca de carpete, recuperação das 278 poltronas, redecoração do foyer e novos projetos acústico e de iluminação.

+ Confira três vistas do Edifício Itália

O endereço tornou-se célebre nos anos 70 ao abrigar temporadas de peças importantes. Entre as mais relevantes estão As Aventuras de Peer Gynt, de Antunes Filho, com Stênio Garcia e Jonas Bloch (1971); Um Edifício Chamado 200, de José Renato, com Juca de Oliveira (1972); Em Família, de Antunes Filho, com Paulo Autran (1972); e Roda Cor de Roda, de Antonio Abujamra, com Irene Ravache e Lílian Lemmertz (1975). Em1973, o local também recebeu os shows de lançamento do álbum de estreia da banda Secos & Molhados, que vendeu 1 milhão de cópias.

Fonte: VEJA SÃO PAULO